Logomarca Elo Internet

Usuários



E-mail: Senha:

-

Fale Conosco

Tábua de Marés

Baixa 03:28h 0,4m
Alta 09:21h 5,9m
Baixa 16:00h 0,3m
Alta 22:00h 5,8m

Dólar - Cotações

Dólar EUA - 19/04

Compra: R$ 2,2489
Venda: R$ 2,2496

Dólar EUA (PTAX) - 19/04

Compra: R$ 2,2476
Venda: R$ 2,2482

Blogs Parceiros

Minha Mãe não me ama

Li aqui o depoimento de uma moça chamada Bruna e me identifiquei muito, pois, assim como eu, ela não é amada pela mãe. Por isso, resolvi escrever.

Tenho 27 anos, por toda a minha vida senti o peso da falta do amor da minha mãe e do desprezo que ela sente por mim. Passei todas as fases da minha vida tentando agradá-la, mas sempre me frustrando. Na escola fui melhor aluna em todas as séries, ganhei várias vezes concursos de redação e o título de "aluna destaque". Mesmo assim nunca recebi elogio ou reconhecimento, era sempre a mesma coisa, minha mãe sempre tinha a mesma frase "você não faz mais que sua obrigação". Meu irmão era péssimo na escola, muito preguiçoso não queria estudar e nem ajudar no serviço domésticos, minha mãe sempre estava ao lado dele, fazia vivas quando ele tirava uma nota 7 e contava vantagem para as amigas das malandragens dele (meu filho é muito esperto e muito inteligente), eu nem sequer era citada.

Muitas pessoas que visitavam a nossa casa ou os vizinhos novos achavam que eu era empregada doméstica na casa, pois, ela sempre estava gritando comigo e me colocava para lavar, limpar, passar e etc, desde os 7/8 anos de idade. Eu tenho alergia desses detergentes e de alguns tipos de sabão, minhas mãos tinham feridas horrorosas que às vezes iam até metade do antebraço, não conseguia dormir com a dor e inchava muito, eu fui falar com ela e mostrei as feridas, disse que minhas mãos estavam doendo, ela olhou com desprezo e disse que era frescura minha.  Até hoje tenho cicatrizes no braço esquerdo e a pele das minhas mãos é toda enrugada.


Eu tinha muita vergonha das minhas mãos e pior ainda que as feridas sem nenhum cuidado exalavam mau cheiro, então eu comprei na farmácia umas faixas e começei a enfaixar as mãos para poder ir à escola. Eu tinha uns 10 anos, foi assim até uma tia minha ir lá em casa e ficar horrorizada com o estado das minhas mãos e braços, ela chamou a atenção da minha mãe e me levou ao médico.

Não lembro da minha mãe me dar um abraço sequer, nunca ía nas reuniões da escola, eu resolvia tudo sozinha. Mais tarde quando estava adolescente não tinha dinheiro nem para comprar absorvente, sempre que eu precisava de qualquer coisa, por menor que fosse, eu era muito humilhada. Eu tinha uns 13 anos e não sabia me cuidar direito, comecei a ficar introspectiva, não tinha amigos, não saia de casa, tinha medo e vergonha. Para piorar, minha mãe não me deixava arrumar trabalho e eu era muito reprimida, até tentei vender panos de prato e batom, mas como eu era meio acuada não tinha jeito para falar com as pessoas.

O serviço da casa eu fazia do meu jeito, porque nunca ninguém me ensinou nada, todos os dias tinha que ouvir os gritos dela porque piso estava manchado, as janelas não estavam bem lavadas, a comida estava ruim... Por mais que eu fissesse não conseguia agradá-la nunca, em nada. Ela me dizia que eu era feia, parecia revoltada comigo por qualquer coisa. Enquanto isso, meu irmão passava os dias na rua brincando, saia com os amigos pro shopping, ganhava presentes caros.

Aos 16 anos, adiantada na escola, fiz meu primeiro vestibular para faculdade federal, curso de Direito. Estava muito nervosa e não passei na prova porque marquei erradas as questões no gabarito. Foi a maior humilhação da minha vida, ela gritou comigo dizendo que eu era muito burra e disse que eu nunca seria nada na vida, que eu deveria deixar de ser preguiçosa e aprender a fazer as coisas direito porque no máximo eu seria empregada doméstica. Isso me doeu muito, fiquei tão abalada que pela primeira vez perdi uma matéria na escola, fui reprovada e mais humilhada ainda. Ela disse que não iria ajudar ninguém a entrar em faculdade particular, mas, três anos depois quando meu irmão finalmente terminou o segundo grau, foi ela que pagou a faculdade dele de Medicina Veterinária e como era em outro estado, custeou também aluguel, alimentação e etc.

Não me dei por vencida e fiz essa matéria em um curso supletivo, terminei meu segundo grau aos 17 anos. Nessa época eu fiquei revoltada com toda essa situação, parei de fazer as coisas dentro de casa, começei a procurar emprego e trabalhei quase de graça numa cooperativa (ganhava 270 reais e a passagem de ônibus), dava aulas particulares de matemática, inglês (que aprendi sozinha, sem professor, com um curso desses vendidos em banca de revista), português, física e química, cobrava 5 reais por hora.

 

Nessa época, minha mãe ía mudar de endereço sem me avisar, só fiquei sabendo no dia da mudança quando cheguei em casa, vi as caixas e perguntei "mãe, vamos nos mudar?", só aí que ela me falou que tinha comprado uma casa em outro lugar e que iria se mudar, se eu quissesse ir junto que fosse arrumar minhas malas. Ela comprou essa casa por causa do meu irmão, para tirá-lo das más companhias. Eu fiz a mudança quase toda sozinha e apoiei minha mãe quando meu irmão não quis mudar para a casa nova.

 

Sempre foi assim, ou era humilhada o tempo todo ou era ignorada, como sou hoje.

Trabalhei dia noite sem dormir e sem comer direito numa empresa de eventos, depois numa outra de telemensagens e cestas de café da manhã. Fiz vestibular em uma faculdade particular para estudar a noite, passei em 3º lugar e ganhei bolsa de 50% . Começei a estudar sem saber como iria pagar a faculade, fiz um monte de cartões de crédito, estourei o limite de todos e já estava entrando em surto quando consegui passar num concurso público.

 

Atualmente sou concursada, ganho bem e estou terminando a minha faculdade de Direito. No 9º semestre ( em dezembro de 2010) passei no Exame da Ordem e já estou prestando outros concursos de nível superior. Mesmo assim, minha mãe só me deu um abraço frio e disse um "parabéns" muito sem graça...

Fiquei triste, pois, agora sei que não importa o que eu faça, de bom ou de mal, jamais vou conseguir que essa pessoa me ame, que tenha admiração e orgulho das minhas conquistas, que seja uma mãe de verdade.

Sou a filha que sempre ficou ao lado dela, mas, sou sempre ignorada, desprezada.

Mesmo bem sucedida na minha profissão, não consigo tocar minha vida para frente. Sou depressiva, comecei agora a fazer terapia para aprender a lidar com isso. Não consigo me envolver com ninguém, tenho medo de me casar, ter filhos e de ser uma mãe ruim, de saber cuidar dos meus filhos.

Preciso tocar minha vida e deixar esses acontecimentos ruins para trás...

Orem por mim. 



Mariana - Advogada - MA

Comentários sobre Minha Mãe não me ama

eu passo por isso desde quando meu irmao nasceu,por que ele nasceu com um probleminha,teve derrame qd pequeno,e minha ate hoje trata ele como filho unico e beeem amado,ele hoje e casado,trablha tem filho,nao tem sequelas nenhuma da doença,mas ela nao consegue enxergar ele como deveria ser,e como sempre eu que sobro,ele e um cavalo de ignorante com ela,e ele beija abraça cheira,morre de medo dele,mas e ele tratando mal e ele tratando bem,ja comigo,resolvi fazer o mesmo que ele,ser ignorante pra ver se ela mim tratava igual,mas e pior,piorou mais,e hoje nao consigo ter uma boa imagem da minha mae,de boa mae,porque pra mim ela nao e,entra natal ano novo dia das maes aniversario,e o abraços super que forçado,e gelado,eu mim repuguino,meu pai nunca foi um pai presente ,raparigueiro,brigao,nunca assumiu as responsabilidades de pai,trabalha e ganha suuper beem,mas n contamos com o dinheiro dele,nunca dependi do dinheiro dele,enrolado,ignorante,acha q ser pai e brigar ,fazer vergonha e o filho abaixar a cabeça,bater,como hoje mesmo ele fez cmg, sou casada tenho 23 anos tenho um filho de 4 anos,e hj tudo começou porque meu filho mim deu um murro e eu repreendi,e bati nele,meu pai veio e mim bateu,minha mae achou ootimo, achou pouco,eu sou mae,e nao posso corrigir o meu filho,todo erro da familia sou eu que cometo,eu hoje nem sei se amo ela,porque ela e tao fria q mim tornei igual,sou fria,coraçao de pedra,rancorosa e nao sei retribui o que eu nunca tive,nao tive amor de pais..

Alyel: autonoma - SE

olá gente a minha historia de vida é parecida com a de muitas.assim desde que me enterdir por gente que nunca fui feliz ´se se fui foi por mementos poucos que logo acabava coisa de hs assim desde pequena minha mae me jogava pra trabalhar em casa de familia com meus 5 anos tinha que esfergar muitas roupas nas maos dos outros ,estudar nem pensar comer so depois que todos comiam eu acorda as 4 da manha que chegava a dormie encima das roupas caia de sono de casada quase morrir uma com essas pessoas tudo isso pra eles darem comida e roupas pra minha mae sempre foi isso sofrimento teve uma vez que ele ficou gravida e madou que eu voltasse pra casa dela la um homem matador amigo dela isso tudo em minas gerais por que sou de minas esse amigo dele me pegou na rua e disse vamos falar com sua mae que vc vai sair comigo na casa da minha irma!eu disse ela nao vai deixar ele disse vai sim ela confia em mim vc so tem q confirmar .mas eu disse n queroele disse se voce nao for eu mato sua mae e sua irma e vc la mesmo e me mostrou uma enorme punhal assim por medo eu entrei na casa onde moravamos tava minha irma no colo da minha mae e minha avo eu falei q ia com ele ja voltava minha mae falou ok e fomos esse homem me estrupou e ainda dava risada e dizia q tava doente nossa aquele momento eu quria n existir nessa terra assim depois ele me truxe de volta e disse pra mim nunca contar se n ele mataria a mim e todos da familia eu nunca contei mas outros homens comesaram a mexer comigo me acediar por eu ser muito bonita e n tinha pai minha mae n ligava eu contava ele dizia q era mentira eu tinha 11 anos sabe chegou um ponto que eu tive quer sair da minha cidade com alguem que eu nunca tinha visto antes com 14 anos vi de carona dormir nas ruas depois conhecir uma moça fui mora por um tempo conhecirum homem mais velho que eu mais era traballhador dair me casei pesei q nunca mais sofreria mais doce engano mais um pesadelo da familia deele e dele proprio ciumes doente me agredia o tempo so que eu tive filhos com ele e muitos eu sempre iplorava pra ele me deixar viver minha vida ele n aceitava assim ate hoje vivo infeliz por amor a meus filhos que ainda sao pequenos e n quero que eles passasm por humilhaçoes como eu passei suporto tudo por amor acredito que um dia terei alegria um dia milagre pode aconteçer ne .

elyane: auxiliar de enfermagem - SP

também passei pela mesma situação, e por mais que eu tentasse entender...nunca consegui. com o tempo encontrei uma tia...q me deu todo o amor de mãe...e eu morro de ciumes dela e tenho medo de perde-la. hj aconteceram alguns fatos q me magoaram mto...stou triste e magoada c ela, mas não qria estar...e não sei o q fazer p consertar isso. nos magoamos bastante. td q eu qria era poder abraça-la...mas dor q sinto e o desapontamento não me permitem fazer isso. nunca tive o amor de uma mãe...e qndo tive perdi.

anonimo: estudante - PB

Isso é complicado msm,no meu caso é um pouco diferente minha mãe apoia coisas erradas do meu pai e proteta as coisas tdo em mim por eu ser a unica filha.Meu pai nunca teve paciencia é agressivo e humilha agente,minha avó q hje ja é falecida foi a minha segunda mãe,meu pai era super agressivo com ela não tinha paciencia nenhuma e minha avó quando falava pra ela q ele tinha feito,ela achava ainda q a minha avó estava errada. Acho um absurdo isso,sempre fiquei do lado da minha avó,antes meu pai só brigava aq em casa não tinha paciencia nenhuma com a minha avó e quando ela faleceu ele mudou ai começou a fazer isso comigo.Para vc ter uma idéia passei por um problema super delicado e estava super nervosa,meu pai foi super agressivo comigo me chamou de tdo qualquer nome e minha mãe viw isso tdo acontecer não fez nada para ajudar e ainda sai como errada. Não confio mais em meu pai e estou começando há não confiar em minha mãe tbém,pq ela deveria ter me defendido e não deixado meu pai fazer as coisas q ele fez,sabendo q ele estava errado.Sempre me colocam para baixo e agora sempre a culpa é minha só eles tem a razão e tbém querem ficar no controle de tdo. Ainda não estou trabalhando,mas não quero depender dos meu pais mais,tenho certeza q vou começar a trabalhar logo logo.Sempre tive de tdo nunca me negaram nada,mas o q adianta tdo isso? As vezes sinto como uma estranha aq em casa sensação terrivél e sei q meu pai não é de confiança,pois ñ me valorizou como filha tbém. Estou presenciando muitas chantagens e manipulações,para q eu me sinta mal isso tdo aq em casa :((só deus sabe o q passamos,mas se apegue a Deus e procure algo q te preencha o tempo e se sinta valorizada!!

Ana: enfermeira - SP

Querida, se quiser entrar em contato comigo, mande-me e-mail. Minha mãe é igual a sua, mas eu não estou em depressão, me afastei dela completamente. Também acabei fazendo Direito, acho que sofremos tantas injustiças, que a vida nos levou para esse caminho. O problema é ela e não você, creia-me. Também sofri muito, mas de alguma forma, me sinto forte e hoje serei mãe e serei bem diferente. Força!

Teka: advogada - SP

QUERIDA MARIANA, COMECEI FAZER TERAPIA E ESTOU VENDO A TEORIA DA CONSTELAÇÃO FAMÍLIA. PROCURE LER E SABER SOBRE O ASSUNTO, ACREDITO QUE PODE RE AJUDAR.É MUITO INTERESSANTE, FAZ TRANSFORMAÇÕES E É TUDO BASEADO NO AMOR. QUE DEUS A ABENÇOE.

Clara: professora - MG

oi eu morei com minha vó um tempo ela sempre jogava na minha cara que eu estava la de favor que ela nao tinha obrigaçao eu tinha uns 12 anos agora moro com minha mae eu amo muito ela passamos por tanta coisa juntas coisas boas e ruins ela falou para mim passar as ferias com minha vó eu nao queria ir mais ela falou e uns 600km longe de casa ai tem uma semana q estou aki minha vó so enche meu saco nao deixa eu falar no celular me preciona minha mae nao atende minha ligaçoes quando atendo desliga ela falou so que nao vai me busca que vou ficar aki ela prometeu que iria vim me busca so por que virei protestante passei para igreja envangelica minha tia que me batisou na igreja catolica a minha madrinha joga na minha cara fala que sou errada que nao me considera mais aqui esta tao triste acho que vou sumi e voltaR SO COM 18 ANOS pq me proibiram de namorar a pessoa que amo meu namorado mora longe de mim ele e meu amigo me compreende e chora junto comigo aqui nao deixam nem eu falar no celular com ele eu quero ir embora entao foça a sua parte ruim ja passou ahora olha pra frente e siga de valor as pessoas boas que estao ao seu lado

Beatriz: estudante - MA

Oii , tenho 18 anoos , a 11 vivo sem minha mãe sem meu pai , meus pais se separam quando eu tinha 5 anos , desde então , comecei a ver meu pai 1,2 vezes por ano porque não ia atrás de mim , á 8 anos atrás minha mãe se realacinou com um cara q colocou para morar junto com agente , ele nunca trabalhou só bebe e usa drodas . ele começou a me bater , a me maltratar , e ela cega de amoor sempre defendendo ele , até q um dia mtooo triste sem ninguém tentei me matar aoos 14 anos . quando eu tinha 7 anos tive depresão e sindrome do panico . hoje como sempre minha mãe só me despresa , e como você , sempre fiz tudo por ela e pra ela . por varias vezes pulei os telhas dos vizinhos , até q uma vez ela e o marido dela me bateram muito , eu sub no telhado da vizinha , e as telhas se romperam , cai de 4 metro de altura , torci o tornoselo , e quebre o joelho esquedo e fraturei a bacia , mesmo assim me arrastando consegui me abrigar em outro lugar ,hoje tento viver minha vida , tentando olhar pra frente , mas o passado sempre me faz olhar pra trás . bjoos booa sorte e Deus nos proteja.

Tainá: estudante - SP

Oi, minha estória é pararecida com a sua, minha mãe tem prefenrencia para o meu irmão, isso e vim perceber so agora aos meus 23 anos, sei que são muito carente pela ausencia dela, tudo esta ruim, nada que fazemos esta bom, minha mae fala que so quando eu casar vou ser feliz, ela ja me espussou meu pai e eu de casa, e dificil, teho que pessar em uma psicologa.

Daiane: Universitária - SP

É, amiga. Cruel,não. Minha mãe tb é assim. Tentamos ser amigas, ajudá - las e o que ganhamos? Ofensas, maus tratos,desprezo e humilhações. A minha morre de medo da minha irmã. A trata como uma verdadeira rainha e morre de medo dela. Se submete a ela e exige que eu faça a mesma coisa. Mas não esquuenta não. Vc vai ver. Quem ainda vai jogar a última mão de terra na sepultura dela será vc. Bjos

Ritinha: Professora - PA

Quero que ela se dane, tenho meus filhos que me amam e não suportam ela.....Tenho pena pelo meu pai

moneira: - MG

Mariana para cada pessoa que não gosta de você existem 10 que te amariam. Sua \"genitora\" não nasceu para ser mãe, aceite isso. Fique com deus...um forte abraço!!!

Vincenzo: Advogado - SP

minha mãe é uma cobra, defende o canlha do meu irmão que toda vida me espancou e eu que faço de tudo pra agrada-la, ela só presta pra falar mal de mi....não aguento mais

sil: rh - SP

O que eu acho mais interessante nesses relatos é que muita gente sofre nas mãos daquelas que teriam que proteger. Posso dizer aqui que a minha mãe é péssima e prefiro não entrar em detalhes mas na cabeça imbecilizada dela, filho tem que ser saco de pancada e mães são sempre \"santas\". Não é bem assim: essas que se dizem mães são seres humanos comuns e que nunca deveriam ter colocado um filho no mundo. São pessoas infelizes, frustradas, egoístas, cruéis e que jogam toda a sua carga de maldade sobre os filhos. Eu penso o seguinte: ninguém tem que provar nada a ninguém e se você convive com algo que te faz mal, independente de ser mãe, marido, esposa, filhos caia fora! Isso não é abandono, é uma forma de sobrevivência! Não é a toa que tem tantos idosos abandonados em asilos. A gente nunca sabe o que eles foram no passado.

Lú: Secretária - CE

Linda que vida triste, bem parecida com a minha! Eu sei como você deve se sentir. Mas vida para frente, viva sua vida e seja feliz. O que vc escreveu parece até minha vida. Pode ter certeza que um dia ela vai precisar muito de vc.

Drika: Comerciante - MG

Mariana, querida, eu passei pelas mesmas coisas q vc e se servir de consolo ela me batia bastante com cinto, dava pisa no meu pé e me humilhava. Eu apanhava toda hora e mta das vezes nem sabia pq apanhava, qdo tinha visita q mostra fotos eram sempre o J. e a C. Eu nem existia ela nunca me considerou como filha. Ela me deu pra minha avó materna, eu era tao feliz, minha avó era amorosa, me mimava no sentido de querer me dar o mundo, me tratava como uma princesa, qdo ela morreu eu fiquei só. A m historia eh mto parecida com a sua. aos 9 lava louça e esquentava no fogao a comida e aos 12 fazia todo o serviço da casa como domestica. m irmã nao fazia absolutamente nada. aos 16 ela foi ficando mais agressiva dava na minha cara e me chamava de pi...., so q ainda era virgem. Ela praticamente me expulsou de casa e ja me humilhou em um restaurante no meio do salao quase e beeeeeem alto, quase me escondi meus olhos se encheram de agua. sinto magoa dela e quero q ela va procurar a turma. Faça o mesmo com a sua.Tenho um filho e sou excelente mãe, o defendo com unhas e dentes, sou amorosa e carinhosa, tento conversar e barganhar com ele e qdo nao dá: castigo! Minha mae pra mim foi e eh um exemplo a nao ser seguido. rssrsrsrs. Esqueça ela e vá ser feliz!!!! sei q eh bem dificil, pois no passado eu tentei me matar umas 3 vezes por causa dela mas, hj eu liguei pra ela o botao do F... KKKKK bjsssssss

Clara: dona de casa - RJ

aas vezes eu tenho vontade de me matar mais eu fiko pensando oq vai ser da minha mae sem eu a minha irmã ela e gordinha tem 15 anos naum sai pra rua porq tem vergonha eu tenho 12 anos aqqii na minha casa tudo depende de mim pra i no mercado no centro em todo lugar minha mãe fala que eu sou vagabunda biscate vadia que eu tenhu que me fudee porq eu sou muito biscatee ja pensei ate em tomar remedia para me matar mais eu vi que naum vale apena porq no fundo no fundo eu sei que ela me ama ainda e que um dia ela vai me entender

mayani: estudante - PR

eu tambem sei o que eh passar por isso eu sou adotada mas minha tem dois filhos dela mesmo sempre convivi com a indiferença e sei como eh dificil sei como eh se esforçar e parecer que vc naum existe ate hoje sou muito triste por todas estas coisas porem ja estou casada e ate hoje quando vou a casa dela ela naum me da atençao mas hoje sei que nunca a irei agradar e mesmo assim ela naum vai deixar de ser minha mae...o jeito eh conviver com isso e tentar naum pensar nas coisas que passaram levar a vida em frente e se ela precisar...sempre nos filhos esraremos aqui.... BOA SORTE A TODOS

lika: fotografa - SP

No passado minha mãe agiar como a sua, fria e sem amor. Foi díficil mas aprendir! Que o amor verdadeiro, é amar quem me ama e mesmo assim, me faz mal; amar quem me ama e mesmo assim, fala mal de mim; amar quem me ama e mesmo assim, me amaldiçoa. E mesmo assim, faço o bem a quem me ama, quando me faz mal; falo bem de quem me ama e fala mal de mim; e abenço-o quem me ama e me amaldiçoa. Nisso me sinto muito mais livre do mal e feliz por conquista o verdadeiro amor de quem me ama, minha mãe. Hoje minha mãe me ama de verdade, me abraça se preocupa comigo, e vive dizendo que me ama. (Anderson Aragão).

Anderson: Corretor de Imóveis - DF

Por favor, se liberte da necessidade de ser aprovada pela sua mãe. Ame-se. Vá ser feliz e independente, longe dela (emocionalmente e fisicamente). A vida é mais do que isso.

Dre: Analista - PR

sou adotada e me sinto falta do amor de mãe o que me preenche são meus filhos vocês que estão lendo o começo do meu desabafo mande mesagens pra meus email: flavy.29.nunes@gmail.com obrigada! de mãe

negona: sushi girl - PE

oi Mariana, entendo tudo o que voce descreveu, eu passo por isso desde a minha infanica, minha mãe diz o tempo todo que eu sou muito feia e que nenhm rapaz me quer e fala mal de mim para algumas pessoas ,e já descobri uma vez que ela disse que não tem filha mulher,ela se preocupa com as pretendentes dos meus irmãos e para mim tanto faz se eu arrumar um marginal pra ser meu esposo e afirma gostar de mim como gosto de qualquer conhecido por aí, eu ja me acustumei e nem choro mais .... o meu sonho é conseguir ter uma casa um esposo e ser muito feliz.... isso também vai aocntecer com vc... : )

eu: estudante - GO

SEI COMO VC SE SENTE, PASSEI SITUAÇÕES BEM SEMELHANTES A SUA E MAIS FUI BOTADA PARA FORA DE CASA POR MINHA MÃE COM 13 ANOS, DORMIR NA RUA PASSEI FOME SOFRI MUITO, SÓ NÃO FIZ ROUBAR NEM ME PROSTITUIR MAIS SOFRI MUITO MESMO, NÃO COMPREENDIA O MOTIVO, QUANTAS VEZES FUI DORMIR PASSANDO A MÃO NA MINHA CABEÇA E IMAGINANDO QUE ERA ELA, SÓ TIVE PAZ QUANDO PERDOEI ELA POR TUDO QUE FEZ COMIGO, ACREDITO QUE CADA UM SÓ DA O QUE TEM PARA DAR, SAIBA PERDOAR VAI SER MELHOR PARA VC, E EM RELAÇÃO A OS FILHOS TENHA, TENTE DAR CREDIBILIDADE AS PESSOAS NEM TODO MUNDO É MAL, TENHO TRÊS FILHOS O AMOR QUE SINTO POR ELES É INFINITO ELES SÃO A RAZÃO DO MEU VIVER, TENHA FORÇA E ACREDITE TUDO VAI DAR CERTO.

AMANDA : ADVOGADA - PI

Minha mae tbm nao me da valor, ainda mais q agora ta pra vim mais um, minha mae trbalha na minha escola como psicopedagoga e eu me machuquei ela nem deu bola, eu tiro notas boas ela nao da bola, e eu so consigo arranjar força com o meu pai me apoiando e a força de Deus

karooool: - SC

diferente de vcs minha mae me ama mas me faz comparaçoes com minhas irmas a mas velha monica e a mas nova Micaela eu sempre tive dificuldade da escola mas apenas notas vermelhas em matematica e notas entre 5 a 8 em outras materias enquanto minha irma mas velha sempre foi beem na escola passou em um concurso do banco brasil e hj atua la e tbm se formou em direito em 2010 ja eu faço sistemas informaçao sempre pego exame e 2 epoka e minha mae me xinga ja minha irma mas nova micaela que tem apenas 8 anos ja e a preferida de minha mae so tira 10 e minha mae me humilha so so por isso mas por ser desempregado e servente de pedreiro mas galera se baseiem no cantor zeze di camargo era humilhado pelas pessoas e veja o que e hj nao estou dizendo que seremos famosos e ricos mas que um dia venceremos na vida

gremista: desempregado, servente pedreiro - MA

Minha mãe nunca diz que me ama...apenas me ignora e me da ordens toscas e sem noções....fico muito triste....hj mesmo falei pra ela q eu n queria q ela se case com outro cara pq ela n valoriza nada que ela tem...me faz promessas que nunca cumpri...Meu pai tbm n me dah a mínima atenção pois fik o dia inteirinho trancado no quarto junto a minha madrasta...aquela vaca!

Catarina: Estudante - SP

isso que voce contou parece a novela paginas da vida k a mae marta e filha nanda Bem meu problema e parecido com o seu mas so comparado as minhas irmãs sou filho meio pois beem minha irma ma velha monica sempre foi bem na escola elgiada por 10 entre 9 professores ate pode sempre estudou , passou em uma federal UFMS em letras e no msm ano passou no concurso BB-SP em 2003 e deixou a facul esta ate hoje na agencia e gerente rural eu sou 7 anos mas novo tenho 19 anos nunca gostei muito estudar mas ela nunca me elogiou o unico elogio foi de um professor de matematica na quinta serie porque havia tirado 9,5 de media mas as criticas dela comecaram na 6 serie qdo comecei a tirar um monte de 6 6,5 5 no max 8 e ela me criticava d+ isso ate o 3rao em escola publica pois bem ela diz que sou a decepçao familia ja fiz 3 concursos bb 1 correio e 1 pra minha cidade e nao passei faço ADS em faculdade particular bancada por meu pai e sou tecnico informatica mas como trabalho em ksa ganho pouco e na facul vou mau nao gosto curso pois e exatas e odeio exatas e ela me critica porisso mas nao vo sai pois meu curso e 2,5 anos e falto so 1 ja minha irmazinha mas nova mto fofinha por sinal rsrs chamada Micaely tem 7 anos e o orgulho dela tbm so faz elgios a ela diz que tem orgulho dela pois ja esta na 2 serie e so tira 10 coisa que nunca fiz e minha irma mas velha fez tbm e esse ano ano ela ganhou um concurso de soletraçao na escola dela contra uma garotinha da 4 serie ate eu tenho orgulho mas o que mas me feriu foi que minha mae disse ate ela vence em concursos e vc nao passa no do bb e vai mal na facul me sinto burro como uma porta e mas inutil do que merda de cachorro mas o mundo da voltas amiga e vc nao sera uma mae ruim pro seus filhos nao querida boa sorte pra tu o que e dela esta gurdado com Jesus Abraço

bruno: Tecnico em informatika - SP

Olá meninas, Também passo pelo que vocês passam, eu tenho 23 anos, ganho R$ 950,00 e depois da última humilhação que passei resolvi sair de casa hoje, agora minha mãe vai ficar falando para todos os conhecidos e familiares que eu não presto, sou rebelde, mas não estou nem ai... a vida toda senti que fui um peso, uma ninguém, imprestavel... o único que estava do meu lado foi Deus! Hoje espero que tudo dê certo, que eu consiga sair de casa e ter paz... parece que eu estou saindo do Egito.... Força meninas, um dia venceremos!

R.A: Recepcionista - MG

Todo Dia minha mãe briga comigo não passo um dia sem ela gritar comigo ou sem ela reclamar hoje a noite agora ela me bateu tao forte q te rasgou minha pele isso mesmo cortou minha pele ela m ateu por q disse q eu não fazia o dever de casa e eu estava contando a historia doq aconteceu para o meu pai comecei dizendo do começo q ela comprou um filme e eu queria muito assistir mais ela me bateu quando disse , Eu tava assistindo o filme e ai ela vem e me bate disendo q eu menti sendo q não disse nada além de : Pai eu estava ssistindo o filme é . So isso mais nada odeio ela eu já tentei agradala tantas vezes q já não me lembro eu gosto tanto dela mais cada vez q ela fais isso meu amor vai se perdendo pouco a pouco essa noite não queria dormir com ela mais eu na gosto de dormir sozinha as vezes tnho um pouco de medo como eu queria q eça percebesse mais quanto mais tento agrada-la mais ela nem liga e então escrevi isso chorando eu a odeio praticamente odeioooooooooooooooooooooo oooooooooooooo já pensai tanta vezes como gosto da minha irmã e como gosto do meu pai e como gosto dela mais parece q ela esta sndo excluída nessa pequena lista do dia das mães m preucupo com ela sendo q ela causa muito dos meus plobemas como eu queria q ela para-sse e como queria parar de chorar ela já disse e repetiu q ela se arrependia de ter casado q eu sou um trosso já diss tantas coisas q me magoaram tanto mais nunca levei a seriu hoje com essa pancada praticamente sem motivo percebo q tudo q ela falava era verdade ...

:(: :( - PB

Eu tenho 25 anos,não sou nenhuma adolescente rebelde,o que eu digo é que minha mãe é o DIABO.Me sinto péssima perto dela,tenho enjoo,tontura,dor de cabeça,calafrios,vontade de morrer,desespero,ódio e não sei por que,ainda sinto pena dela.Minha mãe fazia tudo isso que a sua fez,e sei que não serve de consolo,mas fazia até pior.Tentou matar minha irmã e eu diversas vezes,quando ainda éramos crianças.Fui sexualmente abusada,ela soube e nada fez.Minha irmã e eu já tentamos o suicídio.Ela cansou de fazer sexo na frente da minha irmã,de dar bebida e cigarro para nós ainda crianças.Até hoje sou viciada em nicotina.Infelizmente,não tenho forças para trabalhar ou estudar,me sinto morta.Não saio de casa,não tenho amigos...Hoje em dia,não faço mais as tarefas domésticas.Sinto que ela me amaldiçoa a cada segundo do meu dia.Ela se aborrece com qualquer demonstração mínima minha de fé, ou esperança,com qualquer esboço de felicidade,com qualquer mísera vitória.Nunca comemorei um vestibular que passei,uma formatura da escola,nunca tive festas.Ela sempre teve boas condições financeiras,só se relaciona por dinheiro,sempre andou arrumada,enquanto eu sou um trapo.Em nossa casa,não tínhamos nem uma fruta,até roupas íntimas doadas,minha irmã e eu usávamos.Com o tempo ela melhorou com minha irmã,mas comigo não. Ela sempre dava \"mole\" pros meus namorados,queria aparecer,tentava \"roubar\" meus colegas,sumia,nos deixava sozinhas desde muito pequenas,aparecia bêbada,vomitando e eu tinha que limpar tudo. Certa vez,estava no quarto,de porta aberta para ela poder vigiar,conversando com um colega e uma colega,ela disse:Vcs não vão fazer sexo a três,não?Né? Como eles eram apenas colegas(nunca tive amigo de verdade,ela afastava antes que pudesse se tornar meus amigos) eles não conheciam minha índole,partiram do pré-suposto de que tudo que mãe diz é verdade,acharam q eu era uma p.u.t.@ ninfomaníaca e nunca mais olharam na minha cara.Ela falava mal de mim pra todo mundo,destruía qualquer relacionamento meu,debochava de mim na frente de todos,enfim,eu vivi o inferno,e continuo vivendo,pois ainda moro na mesma casa que ela. Eu me sinto um lixo,um nada e ninguém quer gente triste por perto,por isso todos se afastam e eu sobro,vou ficando pra trás. Ela sempre olhou pro meu corpo de um modo sinistro,fica me \"secando\",às vezes parece um homem tarado,às vezes uma mulher invejosa,ela é uma icognita,nunca sei o que ela tá pensando...O modo como olha pra minha bunda é doentio,tenho medo,pânico,pavor,nojo dela.

Marie: professora desempregada - RJ

É ,EU ACHO QUE MINHA MAE NÃO É MUITO DIFERENTE DA SUA , MINHA MAE NEM DA BOLA PRA MIM AINDA MAIS QUE EU TENHO IRMÃO MAIS NOVO.

josé: - SP

olá, tenho 29 anos e li dezenas de depoimentos depois de ter lido a historia de mariana. lamento muito mariana tudo o que aconteceu com vc durante sua infancia e juventude. gracas a Deus tenho uma mae maravilhosa, um anjo em minha vida, sempre com palavras doces, com carinho, com amor, com paciencia, sempre sempre sempre quando estou triste ela fala coisas sabias que tocam profundamente o meu coracao, um amor incondicional. quando eu era pequeno meu pai erdeu emprego e passamos necessidade ela ficava sem comer para dar comida pra mim e meus irmaos, nunca ficou triste na nossa frente e mariana, vou lhe surpreender com essa revelacao, a mae da minha mae (a minha vó) era como a sua mãe. quando eu era adolescente, vc sabe, os filhos tem curiosidade de saber como era a infancia e a juventude dos pais, entao eu comecei a fazer perguntas e minha maezinha comecou a falar, chorei tanto mariana, a minha vó fazia do mesmo jeito com minha mae,,, ao escrever isso agora eu choro tbm, se existe uma coisa importante nesse vida é o amor de pai e mae e quando nao temos isso crescemos tristes, carentes, nao me surpreende existirem tantas pessoas drogadas, frustradas, quando vc analisa os casos descobre que muitos nao tiveeram o amor dos pais, vc mariana assim como minha mae sao vencedoras por terem conseguido superar esse obstaculo. Deus vai enviar um homem maravilhoso para cuidar de vc com o qual terá filhos, entao mariana faça tudo para esse filho, tudo o que sua mae nao fez para vc vc vai fazer para seu filho e vc se sentira amada como se tivesse sido por sua mae. ao decorrer de minha vida (infancia, adolescencia e agora juventude) eu me perguntava como minha mae podia dar tanto amor e carinho, ser tao paciente e compreensiva, tao meiga, tao doce se ela nao teve nada disso, hj vejo que ela faz pra mim tudo que ela queria que a mae dela tivesse feito. minha vo era ruim ate pra mim que sou neto, dizia que eu ia ser ruim pois gostava de morder as pessoas (coisa de crianca) minha bisavo foi ruim p minha vo e minha vo transferiu p minha mae. por sua vez minha mae tranferiu para mim so que ela inverteu o sentimento, ao inves de me tratar como foi tratada pela mae ela usou o amor, o carinho, a apciencia e hj colhemos uma relacao maravilhosa, minha mae é minha melhor amiga, conversamos sobre tudo mariana, nao importa o que seja, de A a Z. sou muito grato a deus pela mae maravilhosa que tenho e penso como vou sofrer se ela morrer primeiro que eu um dia. sempre em minhas oracoes peço pra Deus dar vida longa para minha mamae, meu pai morreu qndo eu tinha 15 anos e nossa familia é pequena, hj somos so minha mae e meus irmaos. irei incluir vc em minhas oracoes mariana e saiba que desejo um futuro de muita harmonia, paz e amor em sua vida. faca como minha mae e ira colher frutos grandes e saborosos no futro minha querida. um grande abraco e meus sinceros votos de delicidade.

lucas: estudante - PE

Sei bem o que é isso! Eu ainda por cima tenho que aguentar a minha colocando meus irmãos contra mim...O fato de ela ser má não me magoa, o que me deixa terrivelmente pra baixo é eles acreditarem nela, ela os manipula de todas as formas possíveis, eu nunca fiz nada pra ela e nem pra eles me odiarem...

Re: - SP

Olha Mariana chorei aqui com sua história. E assim agradeço todos os dias por ter a mãe que tenho. Já tive problemas com ela, mas foram coisas atoa. Minha mãe me ama muito e eu amo muito ela e meu pai. E hoje sei que a base de uma familia feliz é se seus pais tem um relacionamento saúdavel. Mas enfim nem tudo se resume a isso. O que quero te dizer que você precisa superar seus medos e não guardar rancor. O melhor é isso. Se você sofre então fale do seu sofrimento para sua mãe. A base de tudo é a conversa. Não deixe de tentar falar tudo o que vc pensa sobre ela. Isso vai ser como limpar a alma e eu sei que assim vc viverá melhor. Te desejo sorte e que vc realmente consiga superar isso tudo.

Ana Maria: Estudante - GO

minha mae e´ diverete ela me bate todo dia e nao me ama

mayara: cudo de bebe - RJ

Com tantos depoimentos, não estou sentindo mais sozinha. Passei anos tentando agradar e só humilhada. Tenho uma depressão profunda, sonambulismo e cada vez que ela chega perto de mim tenho vontade de morrer. Além do desprezo da minha irmã. Não tenho família. Agora nesse momento eu os odeio. Espero um dia perdoar. É horrível viver sem amigos, sem animo pra sair e ter crises de perseguição. Estou tentando viver sozinha me escondendo delas. Um conselho vá morar em outro estado e recomeça a sua vida. Visite-os poucos e vai ser feliz. Descobri que vivendo longe sou feliz. Meu prazer é a arte e elas não gostam, Quero voltar a viver amando a arte e um dia se Deus permitir, viver de arte. Boa sorte a todos que passam por isso;

MC-SP: funcionaria publica - SP

OI Mari!! minha linda cuide apenas de si. infelismente nem todo mundo teve a sorte de ter uma mae que a ame, outros nem mesmo mae tëm. Eu sei o quanto é lindo e importante ser amado por quem nos gerou. eu infelismente nao tive essa oportunidade porque perdi minha mae, quando eu tinha apenas 3 anos de idade. Nem imagines quanto foi dificil a minha infancia toda. Mas sempre acreditei que se ela tivesse em vida, talves a minha vida seria bem melhor, porque de facto as maes tem o dever de nos proteger, nos amar, nos cuidar, etc. so que isso acontece caso elas estejam monidas destes sentimentos; amor, carinho, atençao... mas sinceiramente da pra ver que esta pessoa que tens ai ao seu lado, nao tem qualquer sentimento que se assemelhe a estes que acabei de citar. portanto meu anjo esqueça essa pessoa!! aliás eu nem quero falar dela, nem interessa estarmos o tempo todo, citando essa linda denominaçao \" mae\" aquem nunca devia ter tido a honra de ser mae! voce me desculpe mas é um ser desprezivel... a nós nao interessa falar dela, precisamos é falar de si e para si, falarmos de como vais te superar deste problema, de como deves fazer para te desenvolveres do ponto de vista emocional, dos lugares e pessoas com quem deves lidar, os ambientes mais convenientes para si, das infinitas possibilidades que tens para ser feliz. E nisso estamos a cuidar e a dar o amor e o carinho que a Mari precisa!!! gente voces me desculpem , mas eu sou adepta de \" dar a volta por cima\" em tudo de ruim que aconteça nessa vida. gente ... eu estudei ai no Brasil 10 anos , dos 17 aos 27 anos, vivi aprendendo muita coisa com vcs, e lendo a historia da mariana e tantas outras. nao sei o que dizer, se nao o que os brasileiros me ensinaram a fazer ao longo da minha trajetoria ai \" levante, sacode a poeira e dá a volta por cima\" é o nao é!!! é duro, é triste, é dificil tudo isso que a mari e o restante está passando, mas é preciso buscar forma de ser feliz. já que alguns se propoem a fazer de nós pessoas infelizes, sem qualquer motivo aparente. Mari eu tenho 31 anos agora, sou esposa, mae de uma menina linda. E sinceiramente falo com lagrimas nos olhos que o que eu mais desejo para voce neste momento é que encontres alguem que te ame de verdade, te faça feliz e te de filhos lindos e maravilhos para tu amares com toda sua força!! Gente o que a mari precisa é motivaçao para ter uma vida normal, os especialista estao a fazer a sua parte com a terapia e nós amigos temos também a nossa responsabilidade. ajuda-la asair dessa, sugerindo o melhor, dando dicas de como estar, ser, vestir, enfim, viver essa fase linda da vida de todos nós, \" a juventude\" sem mais precisar pensar no triste passado, que de uma ou de outra forma todos que aqui comentar tiveram, em maior ou menor grau. portanto à todos que estao sofrendo assim como a mari, pensem o seguinte; aquelas pessoas que nao fazem questao de nos fazer feliz, jamais devemos nos preocupar com elas. Beijoss Mari e tudo de bom a todos voces brasileiros!! Jesus vos ama e eu também!!

Isabel Troso-Angola: jornalista - --

oi mariana tenho 22 anos e mi identifiquei muito com seu depoimento pois estou passando pelo mesmo problema que você só que é com meu pai ele não me ama desde os 9 anos ele fala que eu sou emprestavel que eu nunca seria nada na vida quando eu pedia ajuda na lição de casa ele ajudadava mas chingava muito e falava que eu era burra e preguiçosa ele fala que quando eu nasci ele gostaria que eu fosse um menino quando peço um coisa para ele sou muito humilhada uma vez quando eu pedir para comprar absorvente ele falou que não tinha dinheiro para comprar sendo que ele tinha acabado recebe ai eu tive que pedir para minha irmã eu tão mau na escola que repeti a quarta serie e duas vez a quinta serie e só agora que eu consegui sair da oitava e ir para primeiro ano do ensino medio agora como eu sai da escola por causa de bullying estou procurando vaga em outra escola e agora ele esta me jogando na cara que eu não gosto de estudar ele joga na cara até a comida eu como estou tentando arrumar um emprego mas ta muito dificil aqui eu sou tratada como uma emprega ainda quando meu sobrinho morava aqui o filho da minha irmã mais velha ele falou que peria o menino do que eu que sou filha dele ele sempre grita comigo mas agora que ele esta doente ele precisa da filha emprestavel quando eu precisei dele me levar no medico ele não tava nem ai agora tenho que levar para fazer exame sempre foi uma pessoa sozinha eu tenho carinho so da minha mãe sempre vai faltar alguma coisa na minha vida amor de pai coisa que eu nunca vou ter ele fala mau de mim para familia enteira agora vou seguir com vida espero que você mariana seja muito feliz que deus ti ilumine

makena: estudante - SP

Estive lendo quase todos os relatos, choro por imaginar o sofrimento que passamos, por mais que sempre buscamos vencer e superar, fico sensibilizada pois sempre nos esforçamos para alegrar nossos pais, para receber afeto, para ve-los sempre contentes cheios de vida e em algum casos nos frustramos. Me pergunto varias vezes \"Por que nao poderia existir amor e felicidade num lar?\", \" Por que tudo nao pode ser simples, com dialogo, paciencia, humildade, compaixao, humanidade?\", \"Por que querer complicar?\". Tenho apenas 19 anos e minha experiência de vida é parecida com a de voces. Muitos falam que deveriamos ser gratos por nossas maes terem nos dado a luz, amamentado, educação, comida. Concordo com tudo, sou grata pelo que me deram, NUNCA reclamei quanto a isso e acredito que todos nos aqui, que recebemos isso, ou parte, temos nossa gratidão. Não é disso que nos queixamos, lendo o que escreveram aqui e vivendo minha história, afirmo que nossa carência é outra e não tiramos mérito de nossos pais pelo que recebemos, são pontos diferentes que eu gostaria de por em debate. Pais sempre dizem que é obrigação ir bem na escola certo? Quando tiramos 10 ou recebemos elogios na escola vem sempre aquela famosa frase \"Voce nao esta fazendo mais que sua obrigação\". Analisando por outro lado, é obrigação dos pais darem educação, abrigo e comida aos filhos, então por que eles se queixam tanto e esfregam na nossa cara que nos deram escola, casa, comida? Sei que tem pessoas que não tem condições de pagar escola particular, mas existe a pública para isso, e como podem se queixar da comida? Se o homem e a mulher tiveram sua relação e gerou a criança, existe sim responsabilidade que tem que ser cumprida, se o filho era indesejado por que não usaram camisinha, se não me falha a memória existem postos de saúde ou algo do genêro que distribuem camisinha e pílula anticoncepcional não é cara. Métodos de prevenção não falta, o que precisa é a consciência. Um dia terei meus filhos e tenho consciência disso, que existem os cuidados a serem tomados. Porem percebo a falta de sensibilidade da parte de meus pais. Em minha casa nunca tive mordomias e nunca me faltou nada do que me é necessário, quando eu era beeem pequena (desde o nascimento até uns 4 anos de idade), pelo que consigo me recordar, minha vida em casa era harmonica. Aos 4 anos minha avó morreu e as coisas começaram a mudar, meu pais se tornavam impacientes gradativamente, se eu ou um de meus irmãos discutissem algo, coisas bobas de crianças por mais insignificante que fosse, nos batiam ou sacudiam. Aos 8 anos eu e minha irma mais velha começamos a fazer serviços doméstico(limpar toda a casa, fazer almoço, etc.) meu irmão ainda era muito novo para fazer coisas do tipo e meus pais trabalhavam e não tinham tempo para tais tarefas, NUNCA nos queixamos por nada disso. Quando minha irmã começou a namorar, ela era vista pelos meus pais como a filha imperfeita, que foi vadiar, esquecer dos estudos e ficar com o namorado, eu era vista como filha perfeitinha por nao namorar e meu irmão era o mais novo inocente. Quando eu comecei a namorar eu virei a vadia da casa aos olhos deles, minha irmã era a menina perfeita com o namorado perfeito e meu irmão que ja tinha seu 12, 13 anos nao fazia naaada em casa e era visto como perfeito. No dia das mães, minha mãe recebeu no mesmo dia cartões meu e de meu irmão, ela não disse UMA unica palavra pra mim, nem me olhou na cara e na minha frente ela abraçou o meu irmão e o encheu de elogios. Foi muito frustrante, amargurante, horrivel. Minha vida era um inferno, eu apanhava por coisas picoinhas, ficava com hematomas, ouvia desaforos horriveis e desumanos. Quando cheguei ao terceiro ano do ensino médio eu tinha aula de manhã e de tarde, tinha prova praticamente todo dia e ainda me sobrava os afazeres domesticos, limpar a casa inteira, dar banho nos cachorros, ajudar no escritorio de meus pais, minha irmã nao podia me ajudar pois estava na faculdade carregada de trabalhos e tambem ajudava no escritório. Eu tinha que estudar o tempo inteiro, para passar de ano e para ir bem no vestibular, e carregar as tarefas de casa, meu irmão na época não ajudava em nada, meus pais o defendiam e ainda diziam que eu não fazia nada pela casa e por eles, me insultavam. Eu sentia um sono e um desgaste muito forte também era completamente anormal eu falava pra minha mãe me levar no médico, ela dizia que era frescura minha pois eu era uma preguiçosa. Minha professora de ed, física ja me dizia pra ir ao médico pois meus batimentos cardíacos estavam muito altos, e minha mãe e meu pai continuaram na idéia que era frescura minha, ate que vários sintomas agravaram e finalmente fui me consultar, descobri que tinha hipotireodismo de gráu alto quase com diabetes. e meus batimentos altos era por causa do meu nível alto de estresse. Depois de um tempo encontrei a oportunidade de trabalhar no exterior, viajei fiquei um ano e meio fora, e ainda tinha a esperança que tudo pudesse mudar, que pudessem me ver com olhos diferentes, me dar valor, reconhecer meu esforço, mas nada disso aconteceu, na minhas costas meus pais falavam mal de mim, diziam que eu era drogada, bebada, puta, diziam de tudo, quando era para se gabar e contar vantagem para as pessoas de fora falavam bem, para encher o ego deles \"minha educação, meus puxões de orelha, etc...\" e comigo me humilhavam. Voltei para o Brasil com saudade pra passar natal e ano novo com eles e nada havia mudado. E tem sido impossível dialogar pois eles não escutam, não estão abertos a mudanças, apenas berram e nos destroem com palavras. Fico frustrada, sinto carência pois sempre desejei viver feliz em familia, nunca desejei fazer mal o encrenca. Alias, acho que ninguem quer isso, pois é horrível conviver com problemas, é horrível brigar, bater, xingar, e coisas do genero. Nao entendo por que não podemos conversar, dialogar, evoluir como seres, facilitar o convívio. Minha força e esperança no amor de verdade, por incrível que pareça, eu encontrei na minha cachorra, é magnifico o amor dos animais, como é simples e puro, é a companhia agradável e perfeita, é realmente indescritível o quão maravilhoso é o amor deles. Eu gostaria que meus pais se espelhassem mais nos animais, que entendessem esse sentimento, tudo seria tão melhor.

zavtra: estudante - MA

minha mãe me odeia todos os dias joga varias pragas em mim,ela me culpa por um relacionamento dela q não deu certo ,quando ainda criança ela ja separada do meu pai arumou um homem e foi mora com ele certa vez o homem tentou me oferecer dinheiro para deixa ele pegar em mim e varias outras coisas claro q não aceitei contei para ela ela não acreditou dai comecarão os problemas não conseguia mais viver na mesma casa q ele então eu falei para ele sai da casa da minha mãe ai ele saiu e separou dela então ela me culpa por isso não aguento mais,sofro muito choro todos os dias com as coisas q ela me fala .

marcia f: do lar - MG

Olha eu passo pela mesma coisa viu? Sinto que minha mae gosta de me ver triste ou coisa assim. Ela não conversa comigo, so briga , não me entende e ainda fala que eu vou dar errado na vida. Não sinto mais vontade de compartilhar nada com ela, estou me sentindo muito só. Queria que tudo fosse diferente, de outra forma. Ela implica com meu namorado, não me explica nada da vida e só me faz sentir um lixo e inferior. Agora que meu tio veio morar com a gente , tudo tornou-se pior do que já estava. Ela faz coação psicológica em mim e isso está me matando. Tenho vontade de me matar!

Flor: estudante - MA

Vixe eu também tenho muitos problemas com munha mãe. Eu sempre achei que ela gostava mais de minha irmã do que de mim. Uma vêz pequenininha, achei que ela tinha saído e que estava só em casa, aí aproveitei para besabafar sozinha no quintal. E então, chorando disse tudo o que pensava. Ela tinha voltado e ficou ouvindo até o fim, quando teminei que entrei, ela estava lá, ja me esperando para me dar a maior surra e disse que eu tinha era inveja da minha irmã. Ela tinha várias fotos de minha irmã e minha nenhuma, dizia que minha irmã quando pequena parecia um anjo de linda e que eu era feia e insuportavel, e que eu parecia um fofão de gorda. Na escola mandava as professoras me baterem e nunca me dava razão, sempre eu estava errada. Dizia que minha irmã era inteligente e não dava nenhum trabalho a ela. E isso foi se tornamdo verdade que de tanto eu ouvir isso. Eu internalizei e fiquei realmente um cão. Não conseguia passar direto em nada, sempre em recuperação. E tive e tenho dificuldade em aprender algo até hoje. Ela até hoje me humilha diz que eu sou brega e minha irmã é chique e o pior é que minha irmã se deu bem na vida. Arranjou um marido rico que da de tudo a ela e pagou uma boa faculadde ela tem um bom carro e um bom apartamento que quando ela vai passear lá volta gabando e criticando a minha casa que foi comprada com o maior esforço pelo meu marido que não é rico mas trabalha que nem um doido. Eu atualmente sou desempregada e tenho uma filha de 2 anos. Minha mãe mora comigo e passa o tempo todo me desmerecendo. E o pior que ela não tem para onde ir porque meu pai se separou dela e ela pegou o dinheiro de idenização e torrou todo com bobagem e disse que eu tenho a obrigação de cuidar dela ja que ela fêz de tudo por mim. Todo dia fala que o estudo que me deu não valeu de nada que ela jogou todo na latrina e deu descarga, porque eu não dei pra nada que prestasse. Que se ela pudesse voltar no tempó não me daria nada do que me deu. Que se arrepende. E hoje quando tento fazer planos pra minha filha que vai começar a estudar no próximo ano. Ela fica criticando, tipo dizendo que se a menina puxar a mim e ao pai não vai dar para nada que preste. E que eu não deveria gastar dinheiro em escola boa para minha filha não porque ela gastou comigo e não adiantou de nada. Sempre me comparou aos meus coleguinhas que se sobressaiam melhor, mas nunca me deu o valor que eu realmente possuo. Que na verdade nem eu sei porque nunca tive a chançe de expor ou praticar... Desde de os 10 anos que ela fazia eu fazer tudo dentro de casa e elsa não fazia nada porque trabalhava o dia todo. Eu praticamente não tive infância, nem adolescencia. Quando começei a trabalhara com 19 anos. Começei a ter tudo o que queria ter e comprar e sair pois acahava que ela não podia mais me dominar, mas foi um engano porque ela não me prendia mas me castrava. Tudo o que eu fazia ou vestia ela criticava. Todo o namorado que eu arrumava ou emprego ele desfazia. Eu sempre me sentia frustad. Quiz fugir de casa várias vezes. Aí quando encontrei meu marido. Me entregeuei a ele só pra ter que me cazar e sair de casa. Mas quando pensei que tava livre, meu pai trocou ela por uma garotinha e ela saiu de casa e veio , moara comigo.

Lorrana: Professora - BA

talves vc tem sido gerada antes do casamento e ela de culpe pelo casamento

res: profe - MA

Gente eu passo por uma situaçao mt dificil minha mae e uma pessoa dificil de se conviver com ela e umtipo de pessoa q se desfaz de totas as pessoas pra agradar meu padrasto eu tenhu 17 anos e moro com a minha avó pq minha mae me coloco fora de casa por causa dele mas eu nem ligo pra isso meu pai tbm me troca pela mulher dele tenhu horas q penso q deus nem existe mas e assim msm tenhu certeza q um dia eles vao se arrepender disso q eles fazem cmg..

jeff: estudante - MT

acho q a minha mãe ñ me ama!!!!!!!!!! xuaaaaaaaaaaaaa

nada: nenhuma - RN

tambem vivo uma historia semelhante a destas pessoas que é ignorada pela sua mãe

francini sp : do lar - SP

Olha isso que vou dizer e para todos! tudo que aconteceu semelhante ou parecido serviu para vcs evoluírem crescer o que falta e assumir a grande pessoa que vcs são se libertando disso como uma escola da vida pois conheço filhos e filhas que foram amados e não valem nada, pois a maioria que sofreu não querem isso para os eus filhos ou filhas vc sera boa mãe ou pai acredite nisso pois eu tive um pai que era separado de uma mulher que lhe meteu um belo par de chifres que se tivesse um problema me matava de porrada eu e minha irmã ficávamos sem ir a escola dias pois estava todo o corpo marcado de fivela, tinhamos que usar um sapato por ano quando pois quando furava minha mãe colocava um papelão para irmos para escola cafe almoço qualquer coisa de comer ele tinha que comer primeiro tínhamos que esperar ou comer escondido pois se ele pegasse a gente comendo antes dele o pau comia, fora o resto ele não casou com minha mãe era como companheira Minha mãe não falava nada pois hoje eu vejo que ela tinha medo e ficava omissa era uma escrava mas ela costureira e fazia tudo para eu e minha irmã um dia minha mãe descobriu que casou escondido pois ele tinha muitas amantes e acabou casando com uma safada sem escrúpulo que combina com ele pois quanto mais chifre ele levava mais ele gostava era safado mulherengo tirava dos filhos para dar para as piranhas e casou escondido com uma, quando na adolecencia, dizia meu amigo eu o amava acima de tudo fomos a te socios e ele me roubou humilhou e eu sempre o respeitando, mas um dia dei um basta e falei tudo que estava engasgado sem agressão e disse quem ele era!!!e sei que ele não e feliz e hoje cuido da minha vida tenho mulher e duas filhas maravilhosas e as trato-as com carinho e jogo aberto pois quero que elas tenham caráter pois vou lutar pela felicidade delas com todo amor que eu não tive ! e tenham fé em Jesus pois imaginem o que ele passou ate chegar naquela crus pois saibam vcs são importantes para mim e para Deus não deixem se traumatizar acreditem em na sua capacidade tenham sua família e seja feliz quando olharem para cara de seu filho o se não tiverem um adotem! voçes sentiram um amor que fica para sempre e este niguem apagara de voçê!!! ame muito de valor a quem quer valor vc creceu e agora sabe pois estou te falando de pura verdade sai dessa pois hoje vc e especial e pode ajudar quem sofre e sofreu com isso dando o exemplo que vc é e sempre sera feleiz!!!!!

Marcus Moreira SunUp : Empresário - RJ

Bom ... tenho 12 anos e tenho pais separados; convivo com minha mãe e meu padrasto e um dos meus irmãos . Vou visitar meu pai de vez em quando. Amo muito minha mãe ; mais as vezes tenho dúvidas se ela sente o mesmo por mim , ela não me dá carinho e sinto que meu irmão é mais amado . tenho quase tudo que quero mais não tenho a coisa que mais quero na minha vida , amor e carinho de mãe , um ombro pra desabafar ! Infelizmente tenho de desabafar com pessoas da rua :\'( Eu não sou feliz . já pensei em me matar . e durmo com uma faca de churrasco de baixo de minha cama. Nos momentos de angustia olho pro céu, e pergunto pra deus se ele me abandonou . Mais ele sempre está do meu lado me dando forças pra viver , e pensar que ela é a pessoa mais preciosa da minha vida e que sem ela eu não estaria aqui atrás de um computador desabafando pra pessoas que nem conheço , de outros estados ! Nunca vou abandonar minha vou lutar até o fim sem desistir por que tem pessoas que nem tem uma mãe pra olhar a face dela todos os dias de manhã . só poder estar debaixo do mesmo teto que ela ta bom pra mim mais não é o bastante . Sou humilhada todos os dias pelo meu padrasto pois dependo dele até pra comprar um absorvente e tenho a sensação de que ela ama mais ele . mais com todos os defeitos de mãe continuo amando ela . afinal ninguém é perfeito. E sempre temos que agradecer a deus pela mãe que temos por mais ruim que ela seja nunca devemos desistir. pois um dia ela vai se arrepender . Não estamos nessa terra pra ganhar as coisas facies mais sim pra batalhar. afinal Deus nunca disse que ia ser fácil. \"Ame o seu próximo , assim com eu vós ameis\" \"e morri na cruz pelos teus erros\" Um beijos as todas e todos que derramam todos os dias lagrimas dos olhos , ao contrario de mim que nem tenho mais lágrimas para derramar de meus olhos dormentes , vermelhos e inchados .

Simone: Estudante - RJ

Olá, tenho 18 anos, e me identifiquei muito com alguns comentários deste site. Todos os dias da minha vida, desde criança me sinto acoada por minha mãe. Desde muito nova, quando morávamos com meus avós ela me deixava pra ir a bailes e festas, e sempre maltratando minha amada vó. Á medida que fui crescendo, cada vez sentindo mais medo, fui percebendo uma certa indiferença, uma liberdade presa da parte de minha mãe, pois engravidou de mim muito nova, e isso a deixava muito arrependida, ela mesmo me falava. Quando fiz 12 anos, perdi minha amada vó, e isso aconteceu quando ela ja estava namorando com a pessoa que hoje vive com nós em casa( na casa dela, infelizmente ainda vivo de favor). Desde que ela começou a sair com essa pessoa eu fui literalmente deixada de lado e com a chegada de minha adolescência, me sentia abandonada. Na maioria do temo, ficávamos eu e meu amado vô sozinhos, o que fez nossa amizade se fortalecer muito, até hoje sinto um amor profundo por meu avô. Minha mãe pulava a janela da casa do namorado, e raramente dormia em casa. Quando fiz 14 anos minha mãe se casou e fomos todos morar longe de meu avô, e logo veio meu irmão, que amo muito. Na parte financeira, nada nunca me faltou, me faltava era na parte amorosa, e com a chegada do meu irmão, isso veio a piorar muito. Eu sempre fiz todos os afazeres de casa, mas de uns tempos para cá, na gravidez do seu terceiro filho, minha mãe abandonou sua parte nos trabalhos domésticos e disse que tudo era por minha conta. A maioria das brigas sempre esta relacionada a serviços de casa, e isso eu não aceito, pois não sou empregada de ninguém, não sei se isso esta errado, mas penso assim. Ela anda muito preguiçosa e fala a todo mundo que eu é que sou folgada, que ela me dá de tudo, mas eu não sei reconhecer nada... Imagina só.... Sempre fui boa aluna e me dou bem na faculdade. Espero em Deus a hora de poder começar a trabalhar na minha vocação e peço a Deus que eu alcance a paz na minha relação com minha mãe. Eu a amo muito, e só espero reconhecimento e flexibilidade a parte dela.

Hellen: estudante de letras - PR

Gente, eu tb vivo na mesma situação há muuuuito tempo, já passei a fase da rejeição, a fase de querer morrer, minha mãe roubando meu dinheiro, fazendo de tudo pra me ver mal, não me valorizou... ainda vivo com ela, tenho 30 anos, me lembro de ir pro colégio sozinha sempre desde criança..enfim, mas não quero me queixar, quero é contar como eu aprendi a lidar com essa situação, em primeiro lugar vc não deve esperar nada, não fique na ilusão de que \"oh, hoje ela vai me elogiar e tal\", não, quanto mais vc espera, mais cria expectativas e mais se decepciona...eu sei que é muito difícil pq aquele sentimento de rejeição vem, mas pense em vc, ok!? Deus te amou primeiro, Ele te formou, te criou, enfim..eu melhorei muito depois que comecei a frequentar uma igreja evangélica, aprendi que vc deve fquebrar essas maldições que tua mãe te fala e ficar na proteção de Deus, agora eu formei uma nova família em Cristo, com meus irmãos da igreja (frequento a igreja Bola de neve), minha família de sangue (todos) não tem nada a ver comigo, mas me respeitam, se orgulham, pq tenho sido muito abençoada.. e com muitas coisas que me aconteceram, acredito que minha mãe simplesmente \"cansou\" de ir contra mim, pq qto mais ela ía contra, eu era mais feliz, e nada mais de ruim que viesse dela me atingiria...antes no meu Natal eu quase morria chorando, achando que eu era nada, agora não.. Jesus me libertou, morreu por mim, me ama, faz tudo por mim, pra me ver feliz..estude a vida de Jesus, Novo Testamento da Bíblia, eu sei que parece ridículo esse papo pra quem não acredita, eu tb pensava assim.. experimentei várias religiões e crenças e nada me adiantou, mas depois que conheci meu Deus verdadeiro, o Deus vivo eu posso dizer que realmente sou feliz.. minha mãe está começando a ir comigo na igreja, creio que um dia ela tb será liberta, pois entendi que o amor que ela sente pelo meu irmão é uma referência do marido dela que a deixou e o amor que ela não senti por mim (não sentia) é inveja, sentimento de concorrência, e tb porque ela tb não teve uma mãe que a amou tb, portanto, não prevalecerá a tua tristeza, não, pode acreditar! Faça a tua parte, não pague com a mesma moeda..senão isso nunca vai acabar, e sinceramente, vai ser a tua vida que estará em jogo, valorizê-a, faça as coisas certas e tudo te irá bem, mais cedo ou mais tarde, pois naquilo que eu mais aprendi na igreja e que na verdade todos sabemos..VC COLHE AQUILO QUE VC PLANTA! Vá plantando...os frutos virão! Um abraço! Deus abençoe a todas, todas que escreveram aqui! E glória a Deus por ter encontrado vcs, filhas amadas por Deus! Será grande o que Deus tem pra vcs! eu creio!(meu email: solsolinho@yahoo.com.br, se quiserem me escrever, fiquem a vontade, respoenderei na medida que puder, mas se identifiquem de onde, ok?!) Fiquem na paz!!!!

Sol: servidora - SP

eu me sinto assim agora da vontade de me mattar mas como posso fazer comer sem para é o jeito

katyelle: cantora - BA

Eu passei por muita coisa tambem, fui muito humilhada, rejeitada, sei bem o que é isto só que tento nao pensar, hj tenho 32 anos, e aos 25 sai de casa me casei porq não conseguia fazer nada, achei que esta era a soluçao, minha mãe não tava nem ai pelo contrario amava me humilhar, só que fui morar na casa da minha sogra, e fui humilhada tambem, depois meu marido que eu julgava ser o anjo da minha vida me jogou na lama tambem, me traiu me enganou, hoje vejo que não vale a pena muita coisa, vou procurar fazer uma faculdade ser independente e tentar ser feliz sozinha, tudo que vive me deixo muita marca, e isto não é qualquer pessoa que entende infelismente estamos sozinhas, desde pequenas, é dificil mas é a verdade, mas quem sabe um dia tudo dará certo.

janaina: comercinante - MG

oii, eu te entendo mto, sei como é não ter o amor de mãe ser xingada 24hrs por dia... e nunka poder ter um colo pra desabafar,... mtas vezes sinto falta de uma mãe pra me ajudar,me dar conselhos,mais sempre vejo q isso é impossivel.tenho apenas 14 anos e minha mãe sohh sabe inplikar com meu namorado.,vejo que é impossivel um dia ela me abraçar, e dizer um mizero \"eu te amo\" mais creio que um dia os humilhados seram exaltados.

sarah: ajudante geral - SP

Deus lhe proteja para que possa vencer todas as dificuldades.

Edson: advogado - MG

Querida seu relatao é pura emoção.Acredito sim que INFELISMENTE ainda existem muitas mãe que não valorizam seus filhos, são mães PREJUDICIAIS, são doentes de corpo e alma.Procure ler o livro de uma famosa juiza americana que passou a infancia com uma mãe prejudicial, ela processou essa mulher, pois mãe não é o nome correto de alguém tão ruim. Fica com Deus e força!

luz divina: assistente social - SP

Larissa: estudante - MA!!!! Esta Resposta é para você! Por favor, não fique desesperada. Tenha calma e procure um estágio (você está estudando? se estiver cursando o nível médio pode tentar vagas de estágio em várias empresas). Assim vc ganha um dinheirinho pouco, mas, o suficiente para suas despesas diárias e também é uma forma de ficar longe de casa por mais tempo. Estude bastante e já procure logo o que fazer da sua vida, uma direção. Pois, pessoas como nós, que não temos mães de verdade para nos apoiar, nos dar amor e carinho, precisam ser mais fortes que as demais. Não faça nenhuma bobagem, se você fizer isso e incorrer em algum erro, só vai fazer com que sua mãe pise ainda mais em você e que te humilhe ainda mais. Seja forte e vencedora, com trabalho e estudo você consegue se estabelecer e ser independente. Quanto antes começar, melhor para você. E não adianta bancar a revoltada, a garota rebelde. Isso só vai te atrasar na vida e trazer mais problemas. Procure uma igreja e pessoas que gostem de você para conversar e dar apoio moral. Se apegue com Deus e com seus amigos verdadeiros. Não podemos, infelizmente, obrigar ninguém a nos amar, mas, podemos nos dar e impor respeito aos outros, inclusive a nossas mães. E não perca tempo, como eu perdi, tentando convencer a sua mãe de que você é boa, de que você merece ser amada. Ao invés disso, continue a ser quem é e batalhe para vencer e mostar a ela e ao mundo que você é boa, que você é capaz, responsável e linda por dentro e por fora. Posso apenas desejar boa sorte, força e dizer que vou rezar por você, assim como eu rezo por mim mesma, todos os dias, com fé de que as coisas serão melhores a cada dia. Sua mãe não te ama. Mas, eu amo você em solidariedade ao que você está passando, assim como eu vivo e vivi uma adolescencia difícil. Mais um toque: não aceite ser agredida, nem maltratada, para tudo na vida tem limite e existem leis que te protegem. Caso a situação esteja fora dos limites, procure o conselho tutelar e conte para as pessoas o seu sofrimento, não deixe tudo passar calada. Se você não fala, ninguém poderá saber o que fazer para te ajudar. Um Abraço Forte, Mariana. P.S.: Mais uma vez obrigada a todos pelos conselhos muito válidos. Já fiz minha mudança e estou me sentido mais leve, como se um peso de duzentos quilos tivesse saído das minhas costas. Boa sorte a todos que convivem com o mesmo problema que eu e a Paz de Deus para todos.

Mariana: Advogada - MA

Achei esse site por acaso e senti necessidade de desbafar, tenho 22 anos e toda vida senti uma certa preferencia da minha mãe pelo meu irmão que tem 18 anos, ela sempre comprou as coisas para nós isso eu naum posso reclamar mais quanto a amor ela sempre foi mais carinhosa com ele, comigo era sempre \" vai com teu pai, fala com teu pai\", mais até então tudo bem eu percebia essa diferença mais não me importava tando, até agora depois de 23 anos meus pais se separaram, meu pai não aguentou mais minha mãe q mudou no decorrer do tempo, uma pessoa açlegre amigavel, se transformou em uma pessoa manipuladora, perseguida, insensivel, mesquinha, naum aceitava a familia do meu pai, não aceitava visitas em caa, não queria se misturar a vida dela era nos e restaurantes caros, viajem caras, não se contentava mais com as coisas, não passava uma semana sem implicar com um da familia, qd naum era eu, era meu pai ou meu irmão, isso levou a separação e após isso as coisas se complicaram aqui em casa ela passou a ter odio do meu pai que hj ja esta reconstruindo sua vida ao lado de outra pessoa, e com isso passou a me odiar tbm, ela tem transtornos sai de casa me praguejando e volta me chamndo de filha na maior fasidade, conversa com meu irmão pra me atacar, fica conversando e jogando indiretas para mim, pergunta se não vou morar com meu pai pai, manda eu ir ficar com a madrasta, fala que filho dela eh o meu irmão, e pras pessoas amigas da familia, diz que eu q sou a revoltada que naum aceito ela, que naum respeito mais ela que nem converso com ela, a alguns dia ela dizia q tinha medo de ficar em casa comigo, ligava paras pessoas quando chegava a noite pra dizer q estava bem q ja estava trancada no quarto, ela inventa uma historia e passa a vive-la, ja tentei ajudar levar em psicologos ela pede para ir sozinha e acaba naum indo, ela esta mintirosa, dissimulada...vive falando mal de mim para meu irmão e isso doi muito pois fiz de tudo para ajuda-la no momento mais dificil e ela simplismente ignora tudo e me exclui da vida dela, leva meu irmão pra sair e nunca me convida, fala que vai em lugar eu ja cheguei ateh a ir para ver se conseguia me envolver mais com ela, mais ela mente diz q vai em um lugar e vai em outro soh para eu naum encontrar eles, me xinga me deseja mal a todo momento, eh dificil ouvir sua propria mae desejar sua infelicidade....para completar algo q me desencorajou de tentar mais qualquer reconciliação, aconteceu hoje quando vi que meu anel de quinze anos ganahdo do meu pai sumiu, perguntei para ela, ela simplismente me disse que derreteu juntos com as alianças (laços malditos como ela se referiu a aliança dela) e usou a pedra do meu anel de 15 anos para fazer um anel para ela....sabe decretei fim mesmo, fim em qualquer laço maternal que poderia haver entre eu e essa mulher que para mim hoje é uma pessoa desprecivel digna de pena apenas issoo..pena eh o que eu sinto por ela pois sei que ela pagara muito caro por isso que esta fazendo...

Estudante Direito: estudante - SP

Apenas seu irmão precisa de mais atenção do que você. A unica coisa é que ela não percebe que você precisa de pelo menos um pouco de atenção. Converse com sua mãe... diga a ela.. que por você se esforçar... por você sempre tentar e ser a melhor.. isso não significa que você não precisa Dela! Faça ela perceber isso!!! Abraço

Lu: Estudante - SC

PASSEI TUDO ISSO NA MINHA INFANCIA,SÓ QUE NOS ULTIMOS DIAS DE VIDA DE MINHA MÃE EU A PEDIR PERDÃO SE ALGUMA COISA ERRADA EU A FIS, ELA DISSE QUEM TE PEDE SOU EU E QUE EU NÃO TENHO NADA A PEDIR, SÓ QUE TIVE UMA FILHA SOFRIR PARA CRIAR ESSA MENINA TUDO QUE NÃO TIVE DEI PARA ELA E PARA MINHA TRISTEZA ELA ME TRATA DA MESMA FORMA QUANDO FUI CRIANÇA, POSSO VÊ NA SUA FORMA DE FALAR COMIGO E COM AMIGA A DIFERENÇA,PERDIR O EQUILIBRIO EM UMA DISCURÇÃO DEI UM TAPA PRIMEIRO EM 33 ANOS ELA ME REVIDOU VINDO EM CIMA DE MIM E ME EMPURANDO COM TAMANHA AGRESSÃO NA CADEIRA ONDE CAIR SENTADA E EMPUREI COM MINHA PERNA E SE NÃO FOSSE PESSOAS SERIA PIOR E PARA MINHA MAIOR TRISTEZA TUDO FOI ACONTESCIDA NA PRESSENÇA DA FILHA DELA MINHA NETA DE 6 ANOS QUE GRITAVA E SE AJOELHAVA PEDINDO PAZ,EU INFELISMENTE DE TANTO TRABALHAR TENHO UM POUCO DO QUE CONSEGUIR TRABALHANDO MAIS AMOR DE UMA FILHA NÃO TENHO,POR ISSO DIGO SOU MUITO TRISTE E TENHO 56 ANOS VIVO SOZINHA DO GEIT QUE ELA GOSTA E SUSTENTO ELA DESDE QUE MINHA NETA VEIO AO MUNDO POIS MINHA FILHA NÃO RECONHEÇE NADA DO QUE FAÇO,TUDO QUE UM CASAL FAS EM UMA CASA SOU EU QUEM O FAZ DO MERCADO AO ALUGUEL E UM TUDO SOU EU,GENTE ME AJUDE EM UM CONSELHO. OBRIGADA E DEUS ABENÇOI ATODOS.OBSS, QUANDO ELA ME EMPUROU ISSO NÃO SIGNIFICA QUE ELA ME BATEU?

SEMPRE TRISTE: PRÓFESSORA - BA

Eu acho que minha mãe tem alguma coisa contra mim, ela até faz as coisas pra mim de vz em quando... mas sinto que ela não sente prazer nisso, desde criança ela tentava me enfeitar d+, dizia q eu tinha o corpo bonito, mas era muito desarrumada que eu nunca ia achar ninguém, dizia coisas que deixam minha auto estima lá em baixo. Ela e meu irmão formam um casal perfeito, eles comem juntos dão rizadas juntos, sempre ajudou ele nas lições de casa... Eu sempre fiz tudo sozinha, tentava tirar as melhores notas. Meu pai quase não ficava em casa e era um pouco violento, meu irmão era acolhido pelo meus avós, eu ficava em casa vendo tudo, isso me fez ficar um pouco fria e independente. Quando eu cresci meus colegas de escola começaram pegar pesado nas brincadeiras e eu não tinha com quem falar, isso me deixou cada vz mais na defensiva com as pessoas. As brincadeiras no colégio terminaram mas as ofensas em casa não. Ela sempre chega em casa brigando e quando eu to feliz ela sempre da um jeito de falar o lado ruim e tirar meu animo. Eu não aguento mais... eu penso todo dia em sair de casa, as vezes eu penso até em me morrer só pra ela sentir culpa... logo eu deixo de pensar isso. Um dia desses eu pedi pra ela me deixar na casa de uma amiga que é muito perto daqui de casa e eu só pedi pq ela já ia sair com meu irmão, ai ela disse que não ia me levar, ai eu disse o que custava, ela: pra você custa tudo. Ela não sabe lidar com minhas dores, ela não sabe chegar em mim quando eu estou triste d+ e não consigo esconder aqui em casa, ela fica sem jeito, Como se eu fosse uma estranha. Eu me sinto sozinha, mesmo morando com ela e meu irmão, nunca faço nada certo pra ela, eu incomodo em tudo,, o jeito que falo, que como, que me visto, que eu lavo o banheiro, que eu lavo os pratos... Eu não queria sair de casa tão cedo... mas eu estou ficando uma pessoa amargurada, falo palavrões(coisa que eu nunca fiz), irritada... EU NÃO QUERO SER ASSIM. Eu amo a vida... e eu preciso ser feliz. Acho que quando eu sair de casa a gente vai se da melhor. Acho que nem todo mundo se da bem morando juntos, eu não sou inocente nessa historia, faço coisas erradas tb, mas muitas dessas coisas são pra chamar atenção. Mas tenho fé que um dia será diferente e tudo será melhor!!

may: estudante de direito - BA

Tenho muitos problemas com minha mae, ela nunca foi uma mae carinhosa comigo, sempre as outras pessoas sao melhores do que eu, nunca me elogiou em nada, sou errada em tudo, tenho 27 anos e todo relacionamento meu ela implica, agora q tudo estava bem com esse namoro ela começou a implicar e pedir a ele nao vim mais tantas vezes aqui pq ela nao aguentava mais ..meu deus !! nao aguento mais sou estudante e n vejo a hora de sumir daqui ....

florzinha!!: universitaria - PI

a minha mãe Odeia-me chama-me tudo de ruim, há muito tempo que eu não tenho um carinho nem um simples beijinho. mas enfim o meu irmão é que tem essas opurtunidades mas eu NUNCA . beijos para todas voces! e que deus faça justiça

patricia portugal: estudante - --

bruna que pena de vc pois minha mãe e meu pai me amam,me dão tudo que eu quero,eu tenho uma irmã,e nem por isso eles me esquecem

reynã: estudante - BA

OIi gente meu caso não erh tão grave como o de vcs mais eu cinto que minha mae nao me ama ele da mais amor ela faz tudo por minha irma e eu fico regeitada é escola casa (fazendo as coisas e o deve ) e cama não erh tão dificil quanto o de vcs mas choro pela falta de um eu te amo que ela nunca me disse hj mesm eu disse q tirei 9 em literatura mas ela me disse nao quero saber e mais do q sua obrigação.Lah no colgio vai ter uma festa a fantasia e ela me garantio que is comprar os tecidos mas ela disse que nao ia dar 40 reais em tecidos para mim eu sei que se fose para minha irma ela daria quando minha irma apronta sobra para mim erh orrivel!!!Sorte para vcs com a mae de vcs

Emilly: Estudante - BA

Não deixe que a tristeza, a desilusão, a incerteza nem a solidão te impeça de sorrir.. Não deixe que o medo, a depressão, por mais que sofra seu coração, te impeça de sonhar.. Não deixe que o desespero nem a descrença, muito menos o ódio ou alguma ofensa, te impeça de viver.. Mesmo errando e aprendendo, tudo te será favorável.. Para que você possa sempre evoluir, preservar, servir, cantar, agradecer, PERDOAR e RECOMEÇAR.. Viva o dia de hoje como se fosse o primeiro, como se fosse o último, como se fosse o único.. Viva o momento de agora, como se ainda fosse cedo, como se nunca fosse tarde..Devemos superar os sofrimentos para sermos aprovados por Deus. Isso significa que experimentaremos dificuldades que nos farão crescer. Devemos nos alegrar no sofrimento, não por gostarmos da dor ou por negarmos seu drama, mas porque sabemos que Deus usa as dificuldades da vida e os ataques de Satanás para edificar o nosso caráter. Em Romanos 5:3-4 diz: \"E também nos alegramos nos sofrimentos, pois sabemos que os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança.\" Os problemas com que nos defrontamos inesperadamente desenvolvem nossa perseverança, que, por sua vez, fortalece nosso caráter, aprofunda nossa confiança em Deus e nos proporciona maior confiança sobre o futuro. Não podemos conhecer de fato a profundidade de nosso caráter até que vejamos como reagimos sob pressão. É fácil ser bondoso com os outros que nos tratam bem, e tudo está bem, mas será que ainda podemos ser bondosos quando os outros nos tratam de forma injusta? Deus quer nos tornar maduros e completos, e não nos poupar de toda dor. Ao invés de reclamarmos de nossas lutas, devemos vê-las como oportunidades para o crescimento espiritual em Cristo. Se você pensa que, de alguma forma, sua paciência é testada diariamente, agradeça a Deus pelas oportunidades usando o poder do Senhor. Agradeça a Deus por ter prometido estar com você em tempos difíceis. Peça que Ele lhe ajude a resolver os seus problemas ou que lhe dê forças para suportá-los. Então seja paciente. Deus não lhe deixará sozinho com seus problemas; Ele permanecerá por perto e lhe ajudará a crescer na graça e na fé. \"Minha irmã, sintam-se felizes quando passar por todo tipo de aflições. Pois você sabem que, quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança. Que essa perseverança seja perfeita a fim de que vocês sejam maduros e corretos, não falhando em nada!\" (Tiago 1:2-4)

Dejesus: levar as Boas Novas - AM

Agora há pouco, minha mãe me expulsou de casa, eu disse que não ia pq não tenho dinheiro suficiente, e ela mandou eu me virar! vou continuar aqui nesta casa, mas com muita humilhação pela frente!

beatriz: estudante - SP

Meu nome é Ivanilda ,é muito duro dizer mas minha mãe não ama os filhos ´q ama muito mais os namorados ,em casa somos em 8 filhos ,quando meu pai casou com ela ela ja tinha minhas duas irmãs então meu pai tve mais 4 filhos mas logo depois do meu irmã bruno ela foi embora de casa com outro homem e nos deixou não quis ninguem , sem contar que nem eu nen meus irmãos temos o nome dela no nosso registro , então ela teve mais 2 filhos com esta outra pessoa ,mas o casamento dela mais uma vez não deu certo e ela se separou , meu pai criou e e meus tês irmãos sozinho sem nenhuma ajuda dela , ela nunca quis saber de nós agora que ja se passaram 19 anos estamos todos criados e eu tenho duas filhas faço tudo por elas tudo mesmo que nunca tive tenho muita magoa dela mas memo assim eu estava pagando aluguel pois eu e meu marido compramos um apartamento e estamos esperando sair minha irmã pediu para minha mãe se dava para eu ficar morando na casa dela de baixo até meu apartamento sair com muito custo ela deixou eu achei que ela tivesse se arenpendido de tudo que ela fez mas não estou la ha 1 anos e esra semana ela disse que irá vender a casa para eu arrumar um lugar para ir, fiquei tão revoltada que fui parar no hospital quase com um troço eu acho que passou um filme de tudo que me aconteceu desde de menina tive que cuidar dos meus irmãos ,eu senti muita falta nunca tive um abraço, um carinho de mãe mas Deus esta sendo tão bom comigo que me deu minha sogra para tentar suprir isto que sinto ela tem sido uma mãe para mim chora junto comigo e me trata como se fosse filha ..... Só peço a deus que tire isto do meu coração que por mais que eu tente isto meche muito comigo ,que Deus nunca deixe eu tratar minhas filhas assim por que é muito ruim vc saber que nen sua própria mãe te ama faz tudo para se ver longe dos filhos por causa dos namorados .... Desculpe tanto desabafo...... Alquém que se pergunta pq meu Deus tudo isso teve que nos acontecer?????????????????????

Ivanilda/sp: secretaria - SP

Meu nome é Ivanilda ,é muito duro dizer mas minha mãe não ama os filhos ´q ama muito mais os namorados ,em casa somos em 8 filhos ,quando meu pai casou com ela ela ja tinha minhas duas irmãs então meu pai tve mais 4 filhos mas logo depois do meu irmã bruno ela foi embora de casa com outro homem e nos deixou não quis ninguem , sem contar que nem eu nen meus irmãos temos o nome dela no nosso registro , então ela teve mais 2 filhos com esta outra pessoa ,mas o casamento dela mais uma vez não deu certo e ela se separou , meu pai criou e e meus tês irmãos sozinho sem nenhuma ajuda dela , ela nunca quis saber de nós agora que ja se passaram 19 anos estamos todos criados e eu tenho duas filhas faço tudo por elas tudo mesmo que nunca tive tenho muita magoa dela mas memo assim eu estava pagando aluguel pois eu e meu marido compramos um apartamento e estamos esperando sair minha irmã pediu para minha mãe se dava para eu ficar morando na casa dela de baixo até meu apartamento sair com muito custo ela deixou eu achei que ela tivesse se arenpendido de tudo que ela fez mas não estou la ha 1 anos e esra semana ela disse que irá vender a casa para eu arrumar um lugar para ir, fiquei tão revoltada que fui parar no hospital quase com um troço eu acho que passou um filme de tudo que me aconteceu desde de menina tive que cuidar dos meus irmãos ,eu senti muita falta nunca tive um abraço, um carinho de mãe mas Deus esta sendo tão bom comigo que me deu minha sogra para tentar suprir isto que sinto ela tem sido uma mãe para mim chora junto comigo e me trata como se fosse filha ..... Só peço a deus que tire isto do meu coração que por mais que eu tente isto meche muito comigo ,que Deus nunca deixe eu tratar minhas filhas assim por que é muito ruim vc saber que nen sua própria mãe te ama faz tudo para se ver longe dos filhos por causa dos namorados .... Desculpe tanto desabafo...... Alquém que se pergunta pq meu Deus tudo isso teve que nos acontecer?????????????????????

Ivanilda/sp: secretaria - SP

POR FAVOR, EU TE IMPLORO. FALE COMIGO. EU TENHO 16 ANOS. ESTOU NA MESMA SITUAÇAO QUE VOCE. EU NAO AGUENTO MAIS. ESTOU FICANDO LOUCA, EU NAO AGUENTO MAIS... POR FAVOR, EU ESTOU PERDENDO MEUS AMIGOS, EU ESTOU FICANDO TIMIDA, EU NAO TENHO DINHEIRO PRA NADA, ELA ME HUMILHA NOITE E DIA, ELA ME FAZ MAL.. POR FAVOR, ME AJUDE. VC JA PASSOU PELO QUE EU PASSEI, VC DEVE SABER ALGO QUE EU POSSA FAZER. PELO AMOR DE DEUS, EU TE IMPLORO. AGORA MESMO EU TO CHORANDO, POIS ELA ACABOU COMIGO..

Larissa: estudante - MA

eu teno 10 anos e sou rejeita pela minha mae ela quebruo meu braço e so porque nao varrer a casa e ela disse q se tiver outro filho ela vai o amar muito,ela nao meda a minima na escola so tiro 10 e ela quer mais do que isso;eu gosto mais é de meu pai ele me ama mais;nem minha vo gosta de mim

rilare: estudante - BA

ao ler sua historia me deu uma tristeza danada. Sofro por esse motivo tbm. Num sei mais o que fazer para curar essa ferida interior. Ja pensei até em morrer. Pelo que vejo não irei aguentar por muito tempo, é muito doloroso. rezem por mim tbm!

Theia: estudante - SP

Eu não sabia que tantas pessoas passavam pelo mesmo problema que eu passo desde de quando me entendo. Eu tenho 21 anos sempre fui rejeitada pela minha mãe, ela já me expulsou de casa várias vezes, mas eu não saio porque tenho vergonha do que vão pensar a meu respeito; eu trabalho sou funcionária pública ajudo em casa mas mesmo assim sou a pior pessoa do mundo para a minha mãe, eu não entendo, só peso a Deus que um dia me dê o dom de compreender, não sinto raiva as vezes fico irritada, mas eu vejo que tudo que ela me faz um dia terá sua recompensa e está nas mãos do Senhor só Ele sabe o que é justo, não esta nas minhas mãos julgar.

Ane: Policial - MA

Eu sei bem o que é isto, pois a minha mãe nem me amamentou, quem cuidou de mim sempre foi a minha avó paterna, que infelizmente já faleceu. Não vou citar a quantidade de fatos que ocorreram entre mim e a minha mãe, mas entendo perfeitamente seu problema, inclusive tenho um irmão mais novo que sempre teve de tudo! As pessoas que não passam por isto não tem ideia ou nem acreditam que isto possa acontecer, mas pode crer, acontece e muito! O que importa agora é que você não pode se prejudicar por conta disto, quem comanda a sua vida agora é você e você não precisa da aprovação dela e de ninguém, só de você mesma, não se importe com o que os outros vão pensar! Faça como eu mude de cidade, não dê seu telefone, nem endereço, apague ela da sua vida, se você não existe pra ela, ela não existe pra você ! Eu criei a minha própria família, tenho marido e filhos maravilhosos! Graças a Deus! Ame sem esperar nada em troca, se você não tem quem amar então experimente um dia ir a um ORFANATO, você não tem ideia de quantas crianças adoráveis estão lá precisando de atenção, tenho certeza que vai ser uma experiência muito gratificante e emocionante que vai mudar a sua vida! Seja feliz! Prove que nem com isto tudo que ela fez você ainda é mais forte do que ela, assim como eu e ela é que é infeliz! Boa sorte!

Karen: mãe - SP

Oi Mariana. Primeiro parabéns pela sua coragem de se espor e compartilhar sua dor. Sou muito coração e entendi cada palavra sua, visualizando as cenas do seu relato. Tenho dois filhos e não faço diferença entre eles. Amo os dois de forma igual. Realmente é um pouco difícil entender sua mãe, mas se quer mais uma opinião, saia de casa, de um tempo do relacionamento de vocês. Ligue de vez em quando para ver como ela está e vá distanciando estas ligações, você vai ver como ela vai te valorizar. Vai valorizar os momentos de sua companhia, de sua procura pelo amor de mãe. Pois ela sabe que você a está procurando, mas não se sabe porque gosta de te ferir. Vai por mim, pois foi assim que fiz com minha mãe e deu certo. Ela me procura mais do que eu a procuro. Talvez demore um pouco e ela venha a se fazer de vítima dizendo que você a abandonou sozinha. Já ouvi varias mães dizendo isso. Mas tem que ouvir o outro lado da história. Viva plenamente. Faça tudo com amor em sua vida. Tenha um bichinho de estimação e de muito amor a ele, e verás que podes ser muito amada. Quando você estiver bem forte emocionalmente, se amando muito, o amor baterá a sua porta, não vais precisar procurar, pois ele só acontece (de verdade, sem carencias) quando estamos bem. Não tenha a pressão de casar. Você é mais importante, sem ser egoísta claro. Leia livros, muitos livros. Faça trabalho voluntário se puderes. Vá ao cinema, ria muito. Você um dia vai olhar para trás e só vai tirar coisas boas e as lembranças ruins da sua experiencia vão parecer pequenininhas perto das alegrias que terás. Parabéns por não ter revertido esta revolta em envolvimento com coisas ruins, mas com estudo e força para lutar. Fique com Deus, e ao acordar de manhã pense Nele, que está sempre com você. Bjs

Bia: Gestora Ambiental - SC

Mariana, seu depoimento é exatamente a minha vida, só que eu me casei com uma pessoa maravilhosa só ai descobri que o amor exite, porque no meu caso eu virei uma pessoa fria, porque se minha mãe não gostava de mim como estranhos iam gostar, na escola, trabalho eu fica irratada qdo alguem gostava de mim, porque sentia que gostavam e questionava ué eu deve ser uma pessoa boa, dai começa cair nossa ficha da creldade dessas mulheres, e no meu caso meu irmão tinha 11 meses qdo nasci. Depois que conheci meu marido meu corãção mudou, por isso digo tenha fé o amor existe, reze pessa a Deus e saiba que nossa senhora olha por nós e completa a falta de mãe que tivemos, só digo uma coisa o pior bulling é o sofrido de uma mãe. Eu quero ter filhos, ai poderei traduzir uma mãe como meu coração conhece.

Deus olhai por nós: publica - MA

Tente fazer algo: olhar pra ela não como filha, não como ela tua mãe, mas como pessoa, como se ela não fosse tua mãe, mas uma pessoa qualquer. E enxergar ela apenas como pessoa. Foi o que eu fiz, e depois de 29 anos de sofrimento, finalmente entendi, e me libertei disso, pra como você disse, seguir com a vida. A partir do momento que eu passei a olhar pra ela como uma pessoa qualquer, eu passei a realmente enxergá-la de verdade, pela primeira vez. Essa\" Fulana\", é uma pessoa muito incompleta, falta muita coisa nela . É realmente a incoerência personificada! É uma pessoa que nunca assumiu responsabilidades. Saiu da casa dos pais pra ir na casa de uma outra familia, pra casa do marido. Nunca se quer foi responsável por ela mesma, OU SEJA, nunca nem morou sozinha, nem nunca se virou sozinha na vida. E por sozinha, eu quero dizer: só, sem dividir o lugar onde se mora com ninguém, só. Então, essa \"Fulana\", nunca foi responsável por ela mesma, em primeiro lugar. Qualquer animal pode ser pai e mãe, é do corpo, não precisa de intenção nem de consciência.Gerar, por gerar, a natureza faz tudo por si própria. Agora mais do que gerar, mas criar, educar, formar, ah isso requere mais: responsabilidade, integridade, ser consciente e afeto, sentimento de preservação. Então como que uma pessoa que nunca na vida conseguiu ser responsável por ela mesma, que na verdade nunca deixou de ser filha, ou quem sabe, que não evolui , não saiu da adolescência, ou mesmo, quem sabe da infância, como uma pessoa assim, vai conseguir ser responsável por outro ser humano? Uma pessoa que não se responsabiliza se quer por suas próprias ações e conseqüências? Não é uma pessoa integra, ou seja, mais completa, mais inteira. Falta, falta muitas coisas nessa pessoa. Se alguém nunca tivesse provado sorvete na vida, sentiria falta de sorvete?Sentiria vontade de sorvete? E ela nem sabe de todas essas coisas que faltam nela. Se soubesse, e tivesse a capacidade dentro de si, já teria mudado, porque isso teria já incomodado ela. Não a incomoda, ela não sente falta, porque ela é mais incompleta, mais vazia, não tem como ela ser consciente disso, é uma capacidade que não esta nela, falta. Se ela fosse mesmo capaz, isso teria tocado em algum lugar dela. Mas, falta. Não tem. Ela fala uma coisa e faz outra, concentra todo seu esforço numa aparência, que é uma fachada que não tem nada por dentro, é oco, é vazio. E toda essa dissimulação porque? Porque é o máximo que ela consegue \" parecer\". Sim, parecer, porque de fato, ela não consegue SER. Se conseguisse, se tivesse a capacidade, ela simplesmente seria. Ponto. E \"fazer o que?\" Voltar o olhar pra mim, não como filha, mas como pessoa também. Eu moro sozinha, fazem 6, 7, anos. Eu me viro sozinha, cuido de mim e do meu lar. Qualquer coisa que acontecer comigo, com o meu lar, a responsabilidade é minha, e unicamente minha. E eu dou conta disso!Eu sou capaz! Eu sou responsável. E se isso me incomodou tanto, é porque eu sou mais completa, mais íntegra, mais inteira, mais afetiva, consciente, mais capaz! Tá na hora de valorizar isso. Não é todo mundo que tem isso dentro de si, essas capacidades. Inclusive, morar e se virar sozinha, não é pra qualquer um! Só que depois de entender todas essas coisas, não cabe, nem tem mais como se enxergar como filha. Filha, eternamente filha, na qual a responsabilidade pertence aos pais. Você passa a se ver como mulher, como pessoa, responsável por si mesma, dona do seu próprio nariz, da sua própria vida. Porque os pais são - relativamente - responsáveis pelos seus filhos. Até uma certa idade. E é isso. Depois que se pega o vôo, a vida ensina, e a gente aprende, no esforço, na cara e coragem, nos acertos e erros e no desejo de evoluir. Vivemos no sentimentalismo mítico, totalmente inverídico, crença talvez incutida em nós quando crianças, por pessoas que na sua incoerência e incapacidade, de se assumir, se responsabilizar, ou de aceitar serem questionadas, nos falavam frases do tipo, \"eu sou seu pai/mãe, e sei o que é o melhor pra ti\". É preciso libertar-se desse mito da maternidade e da paternidade, de pais e mães \"super heróis\", de pais e mães \"perfeitos\". Outro mito, de que ser \"mãe\" obrigatoriamente significa \"ter amor incondicional\". Antes de ser mãe, esta mulher é uma pessoa, e se essa pessoa não tem dentro de si o tal \"amor incondicional\"? Nem mesmo depois de 9 meses, 9 anos ou 9 décadas, vai fazer o que? Se a pessoa não tem, não tem, e pronto. Qualquer animal pode ser pai e mãe, é do corpo, a natureza age sozinha! Também há esse mito que não faz sentido, de que pai e mãe é obrigatoriamente/moralmente \"pra sempre\". Como uma relação obrigatória, caso o contrario é pecado, ou a pessoa magicamente se torna má! Você ainda se relaciona com pessoas cujo relacionamento e convivência não te faziam bem? Mães e pais são apenas, pessoas, nada mais. Se o relacionamento não faz bem, seja esse qual for, ele naturalmente se extingue. Se relacionar com alguém, independe de quem for, tem a ver com querer se ligar a alguém, e querer continuar ligado. Tem a ver com vida e crescimento, interação, que soma, que acrescenta, que faz bem! Há pessoas na vida que nos fazem bem!E que o relacionamento naturalmente acontece. Amén!

Anonima: professora - MA

Acho que isso acontece com muita gente. No meu caso parece que só ta piorando, há cada ano q passa minha vida ta pior, ela ta fazendo da minha vida um inferno, porque além de minha mãe não esconder a preferencia por minha irmã mais nova, ela me trata muito mal, parece que me odeia mesmo é uma coisa sem explicação. E só quem passa por isso sabe a dor q dá no coração e é uma coisa que nunca será curada. Eu só quero poder um dia ter minha casinha, meu canto, meus filhos e eu NUNCA na minha vida vou trata-los como sou tratada aqui na minha casa, eles vão ter todo amor que eu não tive. Se eu tivesse condições já tinha saído dessa casa, porque eu nao aguento mais.

Mariana: Estudante - MG

TAMBÉM SOFRO COM O DESPREZO DA MINHA MÃE. ELA CONTA COM MUITO ORGULHO QUE QDO ME ESPERAVA, APERTAVA A BARRIGA PRA MINHA AVÓ NAUM SABER DE NADA. DIZ QUE NEM SABE COMO CONSEGUI NASCER. HJ MEU IRMÃO É O XODÓ DA VIDA DELA. ELA ESCONDE OS PODRES DELE. ELA FALA MUITO MAL DO MEU MARIDO ESTE ALIAS QUE É O TERCEIRO PORQUE PRA ELA NENHUM HOMEM PRESTA. SÓ ME CASEI COM O EX (SEGUNDO MARIDO) PRA ELA E MEUS IRMÃOS (O PROBLEMA E MINHA IRMÃ CAÇULA) NÃO PASSAREM FOME ASSIM KE ELA FICOU VIUVA E ESTAVA DESEMPREGADA. HOJE ELA ME RETRIBUI COM MUITO DESPREZO TUDO O QUE SOFRI POR ELA. MAS DEUS FARÁ JUSTIÇA.

ANJINHA TRISTE: ESTUDANTE - PR

Olá tenho 14 anos e minha mãe sempre me trata mal nunca se quer disse filho te AMO. e meu pai morreu quando eu tinha 1 ano de idade e isso é muito difícil pra mim tem vez que eu fico chorando nos cantos sozinho aliais ninguém da minha família se quer já que me amava não vejo a hora de completar 18 anos e sair nunca mais ver essas pessoas na minha vida

bruno: - SP

minha mae ela sempre vive gritando com migo mim bota de castigo e tudo mais tenho 11 anos e sinto o despreso que minha mae sente por mim apesar de amala eu sinto que ela mim ama mais ela nao demostra e alem do mais meu pai moreu quando eu tinha anos ai e dificio para mim eu queria um conselho as veses eu tenho medo em ficar em depreçao

carla evelyn: nada - GO

eu tenho 16 anos e eu acho que minha mae naum gosta de mim pq ele vive gritanto cmg sempre emplica cmg adora coloca de castigo ate as vezes atoa e eu sempre ajudo ela na casa com minha irma e ela nada pq ?? vcs podem ajuda com as palavras de vcs priciso que um amigo

lary: estudante - RJ

Quando comecei a ler o seu depoimento fiquei imaginando o quanto vc sofre pois o meu sofrimento é enorme e não consigo me libertar pois sou desprezada pela minha mãe e não consigo ter qualquer tipo de aproximação com ela e o pior de tudo que ela é Pastora e mesmo assim não consegue enxergar o mal que ela está cometendo dentro do seu proprio lar pois somos 4 irmãos e ela só reconhece 2 como filhos nós moramos no mesmo bairro e mesmo assim não temos nenhum tipo de contato e com isso tudo eu passei a sentir por ela o mesmo desprezo que ela sente por mim mais tenho fé em Deus que um dia isso vai mudar bjs , boa sorte e tenha sempre fé em Deus ...................

vanusa cavalcante: confeiteira - RR

Nossa a sua história se parece muito com a minha vida , minha mãe tem preferencia por uma irmã que não da bons exemplos. Muito triste a sua história , mesmo sem te conhecer torço por voce , um abraço de amiga. Patricia

e: sou ax de emfermagem - CE

aaaaaaaaiiiii Procurei esse site por que eu prescisava desabafar \" Gente ñ to falando com minhaa mãe faz 4 mesees e nen prentedo fala se for por miim ñ consigo nene olha na caara delaa. A raivaa Delaa e que quando eu tenho de dizer uma coisa eu digo ñ fico enrolaando ñ eu teenho uma irmã que baba miinha mãe ela é baba-ovo só pra ganhaa as coisas. eu ñ fui pro restaurante com as miinhas amigas comemorar o aniversario dela por causa da minha mãe elaa é uma nojenta ;( e eu vi que tinha uma menina ai em cima com um cometario gente so jugue se voce sabee quem é a peessoa por que se voce ñ sabee por fazer ñ opinar ñ quee quem só conheçe a mãe é o filhos então se Daneeeei todo mundoq eu ñ gosta do meu comentario eu ñ estou aquii pra ser criticadaa :( Euuu vouto :)

Glaucia: estudante - PE

Fui criada numa família de 04 irmãos 05 comigo somos 04 mulheres e minha mãe não conseguia esconder a preferência dela (sempre ouvir! Não sei a quem essa menina puxou eu deveria ter te matado quando vc estava na minha barriga) sei que isso e outras coisas a mais que não vou relatar contribuiu e muito para meu fracasso como ser humano e profissionalmente.

sem sorte: administradora - BA

Assim como a Mariana e a Bruna eu tb continuo passando por isso, pois tenho 45 anos e não consegui ser feliz......Todos os homens que se aproximam de mim, minha mãe trata de se meter.....Eu já desisti disso e resolvi cuidar dela pq está velha e o filhinho querido dela foi morar sozinho e nem dá a mínima para ela.....Faço a minha parte, mas é difícil.....Hj ela não queria que ele carregasse uma sacola que pesava 2kg, mas eu ela empurra um saco de 15kg......kkkkk......É mta diferença.....ela não deixa ele fazer nada e qdo ela partir não sei o q vai ser dele......Ele não pode andar de ônibus, não pode carregar peso, não pode fazer nada e portanto não sabe fazer nada......Ele tem 43 anos.......não 4 aninhos.....affff

crystal: - SP

Por favor responda duas perguntas: 1- Caso sua mãe fosse diferente vc estaria onde esta hoje? 2 - Alguma vez vc falou para sua mãe o amor que vc sente por ela? Sua mãe tem um imenso amor por vc. por este motivo ela agio assim com vc para que vc seja sempre forte diante de todas as situações.

Louko: nada - --

A vida nem sempre é como a gente quer... O amor nem sempre é assim tão demonstrado... Tente sumir da vida dela se você achar mais fácil. Porém meu conselho é o diálogo, embora ela não te de a oportunidade, mostre pra ela que você se importa com o Amor dela, que o abraço dela significa muito pra VC. Talvez ela nem saíba que vc precisa dela, talvez ela precise de um toque seu... Simplesmente dizendo que a perdoa por tudo e que precisa dela... Seja como a mulher sabia que constroi a sua casa, se esse dom não caiu sobre ela, não deixe que seu lar continue destrúido. Vc tem capacidade de mudar isso, peça força a Deus... Eu acredito em Vc... Seja forte e enfrentre o que pra vc parece impossivel, com muita fé no coração. Orarei por Vc... E sei que Deus será contigo, mais jamais deixe de honrá-lá, embora seja ruim a relação de voceis, ela é sua Mãe... E honrá-lá é biblico, faça por merecer justiça... BjoOO *.* Espero que me ouça e consiga...^.^

Nanay: teleatendente - SP

OI. Meu nome e sandra. Tudo,ou quase tudo ja aconteceu comigo da mesma forma. Ela tambem nunca me amou. Eu era simplesmente empregadinha dentro de casa,desde os 6 anos. Meus estudos sempre ficavam em ultimo plano,pois tinha que cuidar de dois irmaos menores.E quando chovia e nao podia ir a escola,porque as criancas nao podiam ir para creche na chuva. Sempre fiz o servico de casa muito bem feito. Mas so ouvia gritos pra cima de mim,em quanto meu irmao mais velho;nao fazia nada;alem de me bater,e desmontar os eletrodomesticos.ou ficava na rua. Um dia ela me bateu com o salto de sapato de plataforma,o que veio a quebrar. Fui no medico e disse que eu havia escorregado no banheiro. Fiquei com medo de por ela em risco.Alem de quebrar meu braco!Ainda chamou meu padrasto pra me bater de sinta.tudo por causa que eu queria ir fazer um lanche com minhas amigas! Pois todas ja saiam,e eu nao podia.Foi quando aconteceu o fato de quebrar meu braco;alem das cintadas do meu padrasto que ficou marcada;e sangrou.Tudo isso me fazia pensar em um namorado quem me protegesse,mais minha mae nao deixava eu namorar,acho que nao gostava dele. Mas pra mim ele era tudo. Sabe aquele cara que te respeita,te da valor;espera o seu tempo?Era ele que eu queria.Mas como via que ele nao era bem recebido na minha casa,eu me irritava com isso e acabava descontando nele.Ate ele ir embora.foram dois anos de namoro. O pior de tudo,e que quando ela quebrou meu braco;e voltei pra casa engessada;ela disse:Nem pensei que foi tanto! Sempre ouvia coisas assim. Como pr exemplo:VC TEM QUE FECHAR SUA BOCA:ESSA CASA NAO E SUA>E SIM DOS SEUS DOIS IRMAOS MAIS NOVOS.E que eles eram filhos do meu padrasto,e eu sou filha de um casamento que nao deu certo. Aos seis anos,um homem me levou pro meio de um mato,e tirou minha roupa,pediu que eu fizesse sexo oral nele,estava tentando me estrupar;mas como ele comecou a escutar movimento na rua de baixo do matagal;ele me soltou. Quando cheguei em casa;queria contar o que havia acontecido;mas ela me ignorou;me batendo com o reco da calca jeans.Ate hoje nao se sabe quem foi,ela nem se preocupou em saber. Depois que terminei cm esse meu namorado,que citei antes ela me dizia:AGORA NIMGUEM MAIS VAI TE QUERE

sandra: estudante tecnica em enfermagem - SC

sofri bullying quando pequena sempre fui fechada nunca contei nada mim chamavam de feia entre outras coisas e me excluiam , em casa sempre brigas constantes meu irmão me infernizava cheiguei a ter odio dele, meu pai sempre do lado da mamae mais ele sempre foi um otimo pai e a mamae infernizava toda a familia por causa de bens materias todos os dias era briga por parte dela, cresci as pessoas me chamavam de velha e gordinha e ate minhas irmaes me chamavam e eu as via bonita e soh eu feia , entrei em uma depressão foi ai que veio a anorexia queria emagrecer so uns quilinhos mais quando dei por mim com 1.60 estava pesando 40 kilos, sofri mt psicologicamente sabia k era ruim e prejudicial pra mim mais naum conseguia sair daquilo , pouco a pouco fui me afastando de Deus que era a minha unica razão de viver , hj tou tentando me reerguer pouco a pouco pois Deus me ajudou e sem Ele eu estaria no fundo do poço, consegui me livrar da anorexia e estou me tratando poco a pouco da depressão o que eu aprendi foi k nada muda se nos mesmos não mudarmos pra sair de uma situação eh necessario o nosso esforço pois se nos colocarmos no lugar de coitadinha nunca conseguiremos melhoras.... bjs k o Senhor possa abençoar a tods

yasmim: estudante - MA

Ah! Também, gostaria de te apontar uma coisa! Uma dica, para tu refletires se concordares. Tu falastes dessa tua tia que teve esse olhar de cuidado, preservação e afeto contigo, (essa que te levou ao medico por causa das tuas mãos estarem fragilizadas) e dessa senhora (que veio a falecer depois). Sabe quando as pessoas falam de \"anjos da guarda\", pra mim são pessoas assim, que nos resgatam de uma situação de risco. Talvez você possa mudar o foco, ao invés de manter o foco na tua mãe, nos erros dela, e na falta de amor dela, de como gostaria que ela conseguisse te amar, talvez com o tempo você possa aceitar que ela é do jeito que é. E tente fazer um resgate dessas pessoas que de uma certa forma, tiveram uma influencia positiva contigo, de um afeto bom. É ali quem sabe, que tu possas encontrar afeto, porque já viu que essas pessoas já tiveram contigo a capacidade de dar afeto. Ouvi uma frase bem sábia outro dia: \"Ninguém pode dar o que não tem para dar\". Mais uma vez, uma energia bem positiva pra ti! =) Um abraço!

Ana: Design Grafico - RS

Lendo o que você escreveu Mariana, eu mudaria o título do teu texto de: \"Minha mãe não me ama\" para: \" Minha mãe não ama\". Pelo o que você descreveu, não acredito que ela não te ama, e ama teu irmão. Acredito que ela não ama ninguém, que ela não é capaz de amar verdadeiramente. Mesmo privelegiando ele, não significa que ela o ama verdadeiramente, se ela tivesse a capacidade de amar, ela te amaria também, ela se amaria também. Leia sobre psicopata,e sociopata. Talvez isso te traga algum entendimento. Não estou diagnosticando ela, nem sou psicologa, psiquiatra, mas pelo teu relato, com certeza tua mãe não tem sua persoalidade saudável, pelo contrario, isso me parece muito doentia. Faço terapia a 5 anos, e tive um pai (falecido já) borderline, e uma mãe (ainda viva)com muitos sintomas q comportamento de um personalidade psicopatica. Ambos não tem q tiveram a capacidade de amar verdadeiramente, por causa da personalidade doentia deles. O máximo de \"amor\" que eles conseguem sentir é através do interesse egoísta que eles tem. Minha história é um pouco semelhante a sua. Ai acabei me dando conta que nem \"esses privilégios\" que eles davam a um dos meus irmãos, era amor mesmo, era interesse deles, pois esse meio irmão acabou virando uma \"marionete\" para ganhar as \"regalias\", infelizmente. Isso não é amor. Amor é querer preservar, cuidar, pelo afeto que simplesmente se sente, por sentir essa ligação afetiva. Olha no dicionário, o significado de amor, fala de preservação, afeto. Pelo o que tu descreveu tu não tivestes cuidados, de alguém que se importasse com a tua integridade, fisica, intelectual e emocional, ou seja a tua preservação, como criança, adolescente, como pessoa afinal. Ah, Mariana, existem pessoas que a natureza as permitem colocarem filhos no mundo, mas que nunca deveriam criar, ou formar estes novos seres humanos. Essas pessoas não formam, elas deformam. Aí depois fica uma dificuldade de encarar a vida na fase adulta. Fica uma carência na gente. Uma falta de confirmação, e de cuidados que depois a gente tem que aprender a saber se cuidar e se preservar. Um peso de responsabilidade que não nos cabiam enquanto crianças. Eu sai de casa aos 23 anos, assim que consegui me sustentar, e de ter guardado uma grana suficiente pra não ter que voltar pra casa de jeito nenhum. E nunca voltei, nem nunva vou voltar. Sou independente hoje, e se olho prá tras, se eu pudesse mudar algo de que fiz, seria só para ter saído antes! Assim, quando eu estava lendo sobre borderline, lá dizia que: \"um parceiro de um borderline só continuaria na relação, se tivesse uma personalidade doentia também\". Aí eu entendi, porque eu sai de casa, e o porque de minha mãe ter continuado naquela casa, mesmo falando todo dia em se separar. Ela é doente também. Eu não, mesmo sendo filha desses pais. Então uma dica, reveja o que queres, se queres mesmo continuar a morar com essa tua mãe. E então falam de amor incondicional de mãe e pai. Isso não significa gerar no ventre uma crianca por 9 meses. E depois disso, na convivência, no exemplo, na criação, que veremos, se este é ou não um amor verdadeiro, se for, esses 9 meses de gestação, é só uma parte disso. Gerar formar 9 meses no ventre e depois deformar uma pessoa por anos. Olha realmente quem tem esse conceito deveria entregar um filho a doação, para esse filho ter a chance de talvez ter pais com a capacidade de amar. Hoje alguém me disse que viu uma menina de 7 anos caindo na calçada e com joelho todo esfolado. Ai perguntou onde estavam os pais, para a levar e levar ao hospitar, lavar e fazer um curativo, aí a criança com os olhos lustros segurando o choro, disse que ela estava sozinha, e que a mãe dela sempre diz, quando ela se machuca, que não é nada e não é para chorar se não ela apanha. Com 7 anos essa menina, já tão endurecida, que dirá quando ela for uma adulta. Que crueldade mães assim. Não deveriam estar nesse mundo, mas estão. Vou te dar um dos meus exemplos, sofri um abuso sexual aos 6 pra 7 anos de idade, contei a minha mãe e sabe o que ela disse: Ah! Tu tá bem. Tá vendo? Isso não tem nada a ver com preservação, cuidado, afeito, enfim, AMOR. Depois de anos de violencia, de todos os tipos que a gente sofre, nos resta, fazer um resgate do nosso \"EU\". De nossa capacidade, de amar e ser. Resolver todas essas questôes que carregamos, e então descarregar. Assim, a gente se descobre, e também aprende a se amar, e a identificar outras pessoas, para não cair (ou repetir) outros relacionamentos doentios. Eu estou muiiiiiiiito melhor hoje, estou me redescobrindo dia apos dia, e te digo, sinto meus ombros muito mais leves sem carregar o peso dos meus pais nele. Eu os amo, porque eu tenho a capacidade de amar, amo meu pai ja falecido, e amo minha mae, mas primeiramente EU ME AMO, me cuido e quero a minha preservação, minha integridade fisica, intelectual e emocional. Durante muitos anos (tenho 29 agora) eu guardei muita mágoa, rancor, indignação, raiva e tristeza por causa dos meus pais. Eu quis muito que eles mudassem, e acreditava que eles podiam. Hoje eu os aceito como eles são. Aceito que a minha mãe é do jeito que ela é, ela tem 52 anos, já teria mudado se conseguisse isso. Não sou eu que vou mudar ela. Nem a vida, será ou (não será) ela prória que fara ou não fara isso. Eu não sou responsável por ela. Ela é minha mãe e não minha filha ela não tem 17 anos, mas 52. Eu a amo, e desejo que ela seja feliz na vida dela. Me relaciono bem superficialmente, como é possivel, mas coloco limites, porque como disse EU ME AMO, e quero minha preservação. Por exemplo estou vendo com ela se ela me devolve um dinheiro (parte da herança do meu pai, que é meu direito) ela ficou com esse dinheiro sem a minha permissao, \"roubou\". Se resolver na conversa, ótimo, se não, não fico com raiva mas ai tenho que ver um advogado para mim. Assim que funciona. E te digo, a gente sobreviveu até agora, agora vem a melhor parte, não sobreviver, mas aprender a viver bem! Te envio um pensamento positivo e generoso! É possível viver uma vida bem melhor, e a gente pode conquistar isso! =) Um grande abraço pra ti Mariana!

Ana: Design Grafico - RS

Muito triste isso.

gigi: professora - MA

Eu passei minha adolecencia e o início da minha vida adulta pensando que minha mãe não me amava e que me tinha com empregada da casa. Tenho duas irmãs mais movas e dois irmãos mais velhos e sempre fui tida como a ovelha negra da família, apesar de não fazer nada pra merecer isso. Fiquei meio que revoltada na minha adolecencia, passava o dia fora no colégio e no grupo que eu participava (Grêmio estudantil). Engravidei e sofri muito (sou mãe solteira de 2 filhos). Mas quando aprendi a aceitar esses problemas e vê-los por um ângulo diferente, comecei a agradecer o que eu passei e as lições que Deus quis que eu aprendesse. Acredito que tudo na vida (boas e ruins) acontece por uma razão, lhe ensinar algo\". Ninguém é totalmente bom e nem mal, às vezes as pessoas fazem coisas ruins, e você tem que aprender a aceitar isso, tire uma lição desses acontecimentos. Na vida nós sempre sofremos, fique firme no seu amor próprio, o principal é cuidar de sua auto estima. Vc parece ser bem sucedida, capaz de se erguer, não tenha medo de se relacionar, quando nós nos fechamos em nós, a vida sempre parece sem graça. Não seja expectadora de sua vida, participe dela, lute por sua felicidade. VIVA e não tenha vergonha de expor o que você passou, foram coisas que você deve usar como uma espécie de trampolim, você vai conseguir! Acredite no poder da atração! Se deseje tudo de melhor e você vai ter!

G.: Auxiliar administrativa - MA

eu acredito em vc, pois eu passo isso com minha mãe, que me xinga,ofende,os meus irmãos não me suportam, sou solteira, minha mãe tirou os meus filhos vivos da meu ventre aos 6 meses pois não quer nenhum filho meu somente dos meus irmãos, me tratam como empregada domestica tó desempregada, cuido dela que esta doente, da casa,toda hora me poe pra fora de casa, ela deu carros pros meus irmãos, casa, carros pros netos e qdo vem em casa me ignoram, me chamam de outra, essa mulher, ela só tem olhos pros meus irmãos.O meu pai era alcoolátra, e me espancava constantemente,fui enforcada pelo meu pai, que tbm dizia que não gostava de mim, eu sempre fui uma boa filha, não somos perfeitos temos defeitos, mas sempre respeitei, enqto o meu irmão deu um soco no pai quando ele bebia, eu sempre perdoava ele,e minha mãe até hoje, cuido dela com todo amor apesar de ela não gosta de mim e nem os meus irmãos, faço a minha parte de filha, se ela não me mais Deus me ama muito,sou abençoada por Deus, se minha mãe não me ama e nem os meus dois irmãos, mas Deus me ama muito , que Deus lhe dê a graça de ser feliz e perdoa a tua mãe pra vc ser feliz

almiracy: desempregada/economista - MT

ola querida nao esqueca que existe ua pessoa muito importante que e DEUS e ele nunca dormi sei q e dificil mais pra DEUS nada e impossivel. a inha ae felismente eama uito apesar de ja ter decepcionado uito ela ais eso assi ela e apoia e tdo. ´pois a ao muito e sei q ela me ama que deus abencoe vc, cuide de vc e te proteja fique e paz..........

tete: universitaria - MA

eu tbm sou assim nunka rebebi elogios da familia em geral amigos e nem de uma garota nunka ngm me disse vc e especial tenho apenas 1 depo no orkut ngm me ama so DEUS msm

bruno: estudante - SP

Olá, Mariana Sei exatamente o tamanho da sua dor. Qdo comecei a ler, parecia que eu tinha escrito esse desabafo. TB foi sempre fui a melhor aluna da turma e tb sempre ouvi que não tinha feito mais nada que minha obrigação, enqto meu irmão era ovacionado por tirar um 6. Hj ainda é assim e ela faz essa diferença entre meu filho e o filho do meu irmão. Eu sofro muito por isso, pois não quero que meu filho se sinta rejeitado como eu me sentia e sinto ainda. Força, tenha força para conviver com isso. Embora eu ainda não tenha essa força, tenho buscado, pq acho que nós não merecemos isso. Fique com Deus.

Bia: Professora - RJ

E hoje, como é a relação de vocês?

Ana: Estudante - MA

Situação complicada, hein! Porém, não vou falar do seu caso, e sim que os brasileiros têm um problema SERÍSSIMO! São analfabetos funcionais. Ou seja, alguns até sabem ler, mas não sabem ENTENDER O QUE LERAM. Por exmplo, a Maria: Turismologa - MA nem sabe o que leu, pois o comentário dela não conecta com o assunto discutido aqui. Já um outro cidadão, Jota: autônomo - MA, sequer chegou a ler seu relato, e veio com uma história imbecil de que sua mãe te carregou por 9 meses, por isso vc não deveria falar assim dela, blá blá bla... Quer dizer, o fulano nem sabe do que se trata o assunto e vem dar palpite!!! INCOERÊNCIA, HIPOCRISIA! E se eu fosse falar dos erros de português, então? Da falta de concordância? Chega a doer o coração de ver que as pessoas da minha nação nem ao menos conseguem escrever direito. PS: não me referi ao seu texto, porque ele está EXCELENTE, muito bem construído, e dentro das regras gramaticais, mas os dos comentários... quanta diferença!

Dudu: Desempregado - SC



Comentar



Pseudônimo:



Profissão:



E-mail:



Estado:



Comentário:



Digite os caracteres abaixo



Siga-nos pelo Orkut Siga-nos pelo Twitter

O que você achou dessa página?


Certificações:


CSS3 Validado

Dia do Índio | Aniversário da Organização Internacional do Trabalho